conecte-se conosco


Estado

Polícia investiga ameaças de ataques em escolas da Grande Vitória,ES

Três casos de ameças de ataques feitas por adolescentes em colégios na Grande Vitória estão sendo investigados pela Polícia Civil. As ocorrências foram registradas em menos de uma semana. Em todas as ocasiões, foram utilizadas redes sociais ou aplicativos de mensagem para fazer as intimidações. Um dos adolescentes investigados chegou a dizer em depoimento aos policiais […]

Publicados

em

Três casos de ameças de ataques feitas por adolescentes em colégios na Grande Vitória estão sendo investigados pela Polícia Civil. As ocorrências foram registradas em menos de uma semana.

Em todas as ocasiões, foram utilizadas redes sociais ou aplicativos de mensagem para fazer as intimidações. Um dos adolescentes investigados chegou a dizer em depoimento aos policiais que as alegações seriam uma brincadeira de “primeiro de abril”, data considerada como o Dia da Mentira.

Um recado com vários erros de português foi encontrado em uma escola de Campo Grande, em Cariacica. Nele, o indivíduo afirma que iria para o local vestindo roupa vermelha para não se sujar de sangue. Em outra publicação, o suspeito alega que só valeria matar pessoas do mal.

Já em uma escola do bairro Eurico Salles, na Serra, um adolescente de 17 anos ameaçou repetir o atentado de Suzano, em São Paulo, e de Columbine, nos Estados Unidos, na escola onde estuda.

Os policiais ainda tentam identificar os envolvidos em um outro caso. Nele, um grupo em um aplicativo de mensagens foi criado para ameaçar alunos e professores. A ocorrência segue sob investigação.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), Breno Andrade, os adolescentes identificados sofreriam de depressão e estariam fazendo uso de remédios controlados. Segundo Andrade, mesmo que tenha sido uma brincadeira, os jovens podem ser autuados.

* Com informações do repórter Arleson Schneider, da TV Vitória/Record TV

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Chamada de propostas da Iniciativa Amazônia+10 é aberta no Espírito Santo

Publicados

em

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) lançou a Chamada de Propostas nº 003/2022 – Iniciativa Amazônia+10, que visa ao desenvolvimento de Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I) na região da Amazônia Legal. Os investimentos totalizam mais de R$ 50 milhões com a adesão de 20 Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) do Brasil.

No Espírito Santo, até dois projetos serão apoiados pela Chamada, por meio da adesão da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes). A Fundação capixaba disponibiliza o total de R$ 600 mil, sendo R$ 300 mil para cada projeto contemplado. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Funcitec).

O objetivo da Chamada de Propostas Amazônia +10 é o de apoiar a pesquisa científica e o desenvolvimento tecnológico em instituições de ensino e pesquisa e em empresas sobre os problemas atuais da Amazônia, que tenham como foco o estreitamento das interações natureza-sociedade para um desenvolvimento sustentável e inclusivo da região.

Os estudos apoiados no âmbito desta iniciativa deverão avançar o conhecimento científico e tecnológico sobre a região propondo soluções de adaptação baseadas na comunidade, ou seja, desenvolvida conjuntamente com a população local, de forma a prioritariamente beneficiar e promover o bem-estar das populações da região de forma consistente e em longo prazo. A participação de formuladores de políticas públicas e investidores públicos e privados será incentivada em todos os projetos.

Eixos Prioritários

Serão recebidas propostas que apresentem pesquisa científica que contribua para a resolução de problemas considerados prioritários para o avanço do desenvolvimento sustentável na região, em três eixos:

  1. Territórios como infraestrutura e logística que facilitam o desenvolvimento sustentável em dimensão multiescalar;
  2. Povos da Amazônia como protagonistas do conhecimento e da valorização da biodiversidade e adaptação às mudanças climáticas;
  3. Fortalecimento de cadeias produtivas sustentáveis pelos amazônidas.

Elegibilidade e Submissão de Propostas

As propostas devem ter a participação de pesquisadores responsáveis de pelo menos três Estados das FAPs que aderiram à chamada, sendo que um deles deve ser obrigatoriamente vinculado a instituições de Ensino Superior e/ou pesquisa, ou ainda de empresas, com sede nos Estados da região Amazônica (Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Pará, Maranhão, Amapá, Tocantins e Mato Grosso).

Os candidatos do Espírito Santo devem seguir as diretrizes específicas da Fapes para participação na Chamada. Para acessar as diretrizes clique aqui. A submissão dos projetos deve ser feita na plataforma www.sigfapes.es.gov.br. Os projetos apoiados deverão ter duração de, no máximo, 36 meses.

Central de Dúvidas

Para maiores informações acerca da Chamada UK Academies 2022, os candidatos deverão entrar em contato pelo endereço eletrônico: [email protected].

E, caso necessitem de esclarecimentos quanto diretrizes específicas da Fapes, os candidatos poderão entrar em contato com: [email protected] e [email protected].

SERVIÇO:

Chamada de Propostas nº 003/2022 – Iniciativa Amazônia+10: clique aqui

Diretrizes específicas da Fapes: clique aqui

Data limite para submissão das propostas: 10 de agosto de 2022

Divulgação do resultado: 11 de novembro de 2022

Informação à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Fapes
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1867
[email protected] 

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana