conecte-se conosco

Cidades

População de Cachoeiro poderá contribuir para novo Plano Municipal de Saneamento

Publicado

Moradores podem se cadastrar por meio de formulário on-line

 

.

A população de Cachoeiro de Itapemirim poderá acompanhar a elaboração do novo Plano Municipal de Saneamento (Água, Esgoto e Resíduos Sólidos). Para isso, o Laboratório de Gestão do Saneamento Ambiental da Universidade Federal do Espírito Santo (Lagesa – Ufes) disponibilizou um formulário na internet para todos os interessados se cadastrarem, para que recebam notícias de atividades a serem realizadas pelo grupo de trabalho.

A primeira audiência pública sobre o tema foi realizada em fevereiro, quando os representantes do Lagesa apresentaram a metodologia e o plano de trabalho a ser desenvolvido. Com a pandemia do novo coronavírus, algumas apresentações acontecerão pela internet – uma live da equipe do laboratório está prevista para acontecer em breve.

O trabalho em torno do Plano Municipal de Saneamento foi iniciado em novembro, após assinatura do contrato do Lagesa – Ufes com a Prefeitura de Cachoeiro. As ações englobam a revisão do Plano Municipal de Água e Esgoto (PMAE), criado em 2011, e a elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos (PMGIRS), com medidas inéditas para a área no município.

A primeira fase das atividades foi dedicada à elaboração da metodologia de trabalho. Atualmente, na segunda fase, é feito um diagnóstico da situação de saneamento em Cachoeiro, a fim de identificar a abrangência do sistema, locais onde não há rede de água e esgoto, entre outras questões.

As três próximas etapas serão focadas, respectivamente, na elaboração de prognósticos e alternativas para universalização dos serviços e concepção de programas, projetos e ações; criação de mecanismos e procedimentos para controle social; e, por fim, a consolidação do trabalho, com apresentação do relatório final e minuta do projeto de lei. A expectativa é de que as ações sejam concluídas no primeiro semestre de 2021.

“A pandemia criou alguns obstáculos para a realização de algumas atividades, mas a empresa continua o trabalho. É muito importante a participação da população nas atividades de elaboração do plano, pois são os moradores que conhecem, na prática, as suas necessidades em relação a água e esgoto e tratamento de resíduos sólidos”, afirma a secretária municipal de Meio Ambiente, Andressa Colombiano.

Acesse o formulário: https://forms.gle/1mYSaCVEDqaPk4rP7

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Covid 19: Bom Jesus tem mortes ainda não confirmadas

Publicado

A Secretaria de Saúde de Bom Jesus do Itabapoana (RJ) informou neste domingo (26/07) que o número de casos confirmados subiu para 590. A quantidade de pessoas curadas da Covid-19 chegou a 317 e o de pacientes monitorados caiu para 258.

Oficialmente a cidade tem 15 mortes causadas pelo coronavírus, mas há informações, ainda não confirmadas, de que sete pessoas teriam morrido nas últimas 24 horas em Bom Jesus. Duas delas seriam moradoras da cidade e podem aparecer no próximo boletim.

A UTI do Hospital São Vicente de Paulo (única do município) tem hoje apenas dois leitos vagos para pacientes com coronavírus. Na enfermaria, para casos menos graves, existem 27 vagas entre as 40 totais.

O bairro Pimentel Marques segue com o maior número de infectados, com 119. Em seguida vêm o Centro da cidade ainda com 98 e o Lia Márcia, que agora tem 73 casos positivos. Nos distritos e comunidades, concentram o maior número de casos Usina Santa Isabel e Carabuçu, cada um com 23 confirmações.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana