conecte-se conosco

Cidades

Prefeitura de Bom Jesus edita novo decreto de combate à pandemia

Publicado

A Prefeitura Municipal de Bom Jesus do Itabapoana publicou nesta sexta-feira um novo decreto (nº 1668, de 24 de julho de 2020) com medidas de combate à proliferação do coronavírus no município.

Entre as mudanças em relação ao decreto anterior, está a permissão para os bares ficarem abertos até às 23 horas. Os estabelecimentos que vendem alimentos, bebidas, produtos de limpeza e de higiene pessoal não têm mais qualquer restrição de dia e horário para funcionar.

Segundo o último boletim publicado pela Secretaria de Saúde de Bom Jesus, a única UTI do município, tem lotação de quase 90% e 15 pessoas morreram por causa da doença. Veja a íntegra do decreto:

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Após fugir de cuidadores, Gato torturado em Linhares é reencontrado

Publicado

por

Reprodução: Instagram

O gato que foi resgatado por protetores de animais após ser torturado e ferido com um vergalhão em Linhares, no Norte do Espírito Santo, foi reencontrado e voltou ao tratamento nesta quarta-feira (2) após ter fugido durante a madrugada.

O comunicado foi feito pela organização Apoio Independente aos Protetores de Animais (AIPA), por meio das redes sociais.

Segundo a publicação, o gato, batizado como Guerreiro, foi encontrado pela mesma voluntária que participou do resgate do animal em novembro.

“Ela e nós da AIPA agradecemos a todos que compartilharam o post do desaparecimento, por todas as orações e incentivos de que fazemos o melhor sempre. Realçamos que, todos os cuidados foram e continuam a serem realizados com o gato, bem como toda a atenção em segurança”, disse a AIPA.

O caso

Guerreiro foi encontrado no dia 23 de novembro por protetores de animais. Ele estava preso em uma gaiola com um pedaço de vergalhão atravessado sob a pele, na região da cabeça.

Imagem do momento em que Guerreiro foi encontrado em Linhares, no ES  — Foto: Divulgação

Ele é servidor da Prefeitura de Linhares. Segundo o município, foi aberto um processo administrativo para avaliar a conduta do servidor.

O caso está sendo acompanhado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales).

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana