conecte-se conosco

Cidades

Prefeitura de Cachoeiro cadastra candidatos a padrinhos de crianças de instituições de acolhimento

Publicado

Quem deseja participar do projeto de Apadrinhamento “Construindo laços de afeto e cuidado”, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) de Cachoeiro, já pode se candidatar para o próximo grupo de encontros e rodas de conversas dessa ação, que será iniciado em fevereiro.

O objetivo do projeto, regido pela lei Nº 7746, sancionada pelo prefeito Victor Coelho, no ano passado, é que pessoas, famílias e empresas possam contribuir para o desenvolvimento das crianças e adolescentes assistidos em instituições de acolhimento do município, seja a partir de convívio e experiências familiares, gerando vínculos afetivos seguros e duradouros, ou com apoio material, por meio do estímulo aos estudos, por exemplo.

O primeiro grupo de candidatos a padrinhos teve as atividades realizadas no fim do ano passado e um casal já obteve a autorização judicial para o apadrinhamento. De acordo com a Semdes, neste ano, 13 pessoas já se inscreveram.

Para se tornarem padrinhos ou madrinhas, os candidatos precisam: ser maiores de idade; ter residência fixa no município de Cachoeiro; apresentar disponibilidade para participar, efetivamente, da vida do afilhado, bem como das reuniões e oficinas com a equipe do projeto; permitir visitas técnicas em sua residência; e concordar com as normas estabelecidas pela proposta do apadrinhamento e a instituição de acolhimento.

Os interessados devem procurar a sede da Semdes, na Ilha da Luz. Lá, serão informados sobre todas as etapas do projeto e as documentações necessárias para participar.

“O projeto de apadrinhamento veio somar. Contribui para que possamos construir e fortalecer os vínculos afetivos dessa classe de crianças que necessitam tanto do nosso apoio e carinho,” comenta a secretária de Desenvolvimento Social de Cachoeiro, Maria Aparecida Stulzer.

Modalidades de apadrinhamento

Padrinho afetivo – aquele que visita regularmente a criança ou o adolescente, buscando-o para passar finais de semana, feriados ou férias escolares em sua companhia;

Padrinho prestador de serviços – profissional ou empresa que, por meio de ações de responsabilidade social junto às instituições, se cadastre para atender às crianças e aos adolescentes participantes do projeto, conforme sua especialidade de trabalho ou habilidade, apresentando um plano de atividades;

Padrinho provedor – aquele que dá suporte material ou financeiro à criança ou ao adolescente, seja com a doação de materiais escolares, vestuário, brinquedos, seja com o patrocínio de cursos profissionalizantes, reforço escolar, prática esportiva, idiomas ou contribuição financeira para alguma demanda específica.

Mais informações pelos telefones 3511-3972 e 3155-5380.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Censo Cultural 2020 já tem mais de 40 cadastros

Publicado


.
Os artistas e organizações culturais de Cachoeiro devem se inscrever até 20 de julho
Foto: Márcia Leal/PMCI

O Censo Cultural 2020 da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim já teve, até a tarde desta quarta-feira (8), 47 cadastros. Dessas inscrições, 36 foram de artistas, seis de organizações com registro de Pessoa Jurídica (PJ) e cinco coletivos artísticos sem registro oficial. O período para se cadastrar, o que deve ser realizado por meio da página cachoeiro.es.gov.br/censocultural, teve início nesta terça-feira (7) e segue até o próximo dia 20 de julho.

O objetivo da Secretaria Municipal de Cultural e Turismo (Semcult) é ter um banco de dados sobre os fazedores de cultura, espaços e organizações culturais em atividade no município. Além de auxiliar na implementação de políticas públicas para a área, o cadastro será um item obrigatório para acesso ao auxílio da Lei de Emergência Cultural “Aldir Blanc” – sancionada pelo governo federal, mas ainda sem previsão de repasse da verba a estados e municípios.

Quem não tiver acesso à internet pode fazer o cadastro, de forma presencial, na Casa dos Braga (rua 25 de Março, Centro). O atendimento ao público é realizado às segundas, quartas e sextas, das 13h às 18h, e às terças e quintas, das 8h às 13h. É preciso levar CPF, identidade, comprovante de residência, número da conta bancária, currículo, fotos e reportagens do trabalho artístico-cultural que desenvolve.

“Independentemente de o artista ou organização cultural se enquadrar ou não nos critérios do auxílio da ‘Lei Aldir Blanc’, é fundamental que todos participem. Como Cachoeiro é um município grande e diverso, nós queremos obter um retrato o mais amplo possível da área cultural da cidade”, explica a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

Lei Aldir Blanc

A “Lei Aldir Blanc” prevê o repasse de R$ 3 bilhões do Fundo Nacional da Cultura (FNC) para estados e municípios socorrem o setor cultural durante a pandemia de Covid-19. O dinheiro deverá ser aplicado na concessão auxílio emergencial a artistas – nos mesmos moldes do auxílio do governo federal para trabalhadores autônomos – e a espaços e organiazações culturais, bem como na realização de editais e concessão de linhas de crédito.

Para explicar melhor os detalhes da lei para a classe artística, o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPCCI), que conta com representantes da Prefeitura de Cachoeiro e da sociedade civil, já promoveu duas webconferências, nos dias 27 de junho e 4 julho, respectivamente. Uma última será realizada no próximo sábado (11), às 14h, sendo aberta a todos os interessados. Para participar, bastará acessar o link: https://meet.google.com/pan-urwv-anf.

Cadastre-se!

Todas as pessoas que atuam, na área cultural no município, independente de se enquadrarem ou não nas regras para recebimento do auxílio da “Lei Aldir Blanc”, devem se cadastrar no Censo Cultural 2020. O sistema de cadastro foi desenvolvido pela Companhia de Tecnologia da Informação de Cachoeiro de Itapemirim (Dataci).

Cadastro virtual:

Data: de 7 a 20 de julho, no endereço virtual: www.cachoeiro.es.gov.br/censocultural.

Atendimento presencial:

Casa dos Braga, às segundas, quartas e sextas, das 13h às 18h, e às terças e quintas, das 8h às 13h.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana