conecte-se conosco


Cidades

Presidente da Câmara de Presidente Kennedy ignora resultado de enquete e diz que quem decide é ele; veja vídeo

Publicados

em

O presidente da Câmara Municipal de Presidente Kennedy, Thiago Nicson da Silva Viana(PSB), demonstrou irritação com o resultado de uma enquete popular do Portal Kennedy em Dia em que perguntava: “Qual a melhor parte do dia para a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Presidente Kennedy?”, tendo como opções manhã  (10h), tarde (14h), noite (18h) e não sei.

O fato de iritação aconteceu na sessão ordinária desta quinta-feira(27). O vereador estava encerrando a sessão, que começou atrasada e teve duração de apenas 10 minutos e 30 segundos, quando disparou contra a enquete popular.

“O Kennedy em Dia fez uma enquete ai, tentando ‘manipular’ o horário da sessão, assim eu entendi. ‘Botando’ o horário 10 da manhã, duas da tarde e seis da noite. Quero dizer que aqui é o que eu falar e ‘cabô’!. Não tem… é o horário que a gente decidir e ‘cabô’!.”, disse Thiago.

E continuou, agora criticando a população que não participa das sessões: “Antigamente era seis horas da tarde e não vinha ninguém. Ai hoje é 10 horas da manhã, é um horário ótimo pra gente, né?!. E vem o Kennedy em Dia, vem, e fazer uma enquete do horário de sessão. Aqui quem determina a sessão é a gente, não é Kennedy em Dia, não é ninguém não”, exclamou.

Na enquete, cerca de 62% dos leitores preferiram o horário de 18h; 27,3% o horário de 10 horas (como é atualmente); 6,9% o horário da tarde; e 3,7% não sabem.

Conforme determina o regimento interno, “as sessões ordinárias serão realizadas uma vez por semana, às quintas-feiras às 10:00hs (dez horas) da manhã”, como tem se cumprido. Durante a atual legislatura a sessão sempre ocorreu neste horário.

Opinião
Causa estranheza, o presidente, de forma autoritária e arrogante, numa simples enquete, ignorar e demonstrar impaciência e irritação com a resposta da maioria das pessoas que navegam pelo site, que por sinal, em sua maioria são kennedenses. O fato de não ouvir as pessoas afasta ainda mais a população da Câmara que já é tão criticada pela inércia crônica existente.

“Aí hoje é 10h da manhã, é um horário ótimo pra gente, ne?!”, parece que aqui Thiago só lembrou dele e esqueceu da população que gostaria de participar.

O Portal Kennedy em Dia iniciou a enquete após ouvir opiniões de várias pessoas que não ficam sabendo da pauta do dia, antes de ser lida para o plenário e nem conseguem assistir ao vivo a sessão – a Câmara não possui canal próprio no YouTube e não consegue iniciar no horário marcado (10h).

Em novembro de 2019, na sessão do dia 07, um exemplo do atraso, a discussão entre o vereador Antônio Picute e o presidente da câmara pelo ocorrido. Picute ameaçou (e não foi a única vez) se retirar da sessão por conta da  demora no início da mesma, dizendo que era um desrespeito com os vereadores e com o público presente.

É bem verdade que quem decide o horário são os próprios vereadores, eleitos pelo povo. O site, em nenhum momento, quis influenciar uma mudança do horário das sessões – esse nem é o nosso papel –  mas fazer uma leitura e mostrar aos leitores do Portal, e unicamente a esses, o que a maioria prefere. O Kennedy em Dia em nenhum momento quis protocolocar ou pedir publicamente uma mudança no horário das sessões. Caso o presidente da Câmara não saiba, esse pedido deve partir de um dos seus pares e não de uma pessoa jurídica. Está escrito no regimento interno.

Apesar de o resultado expressivo de 62% dos votos para o período de noite (18h), o Portal Kennedy em Dia acredita que não aumentará o interesse da população pelos assuntos legislativos em Presidente Kennedy caso os vereadores da próxima legislatura mudem para este horário. Isso também é fato.

Confira:

Fonte: Kennedy em Dia

Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

124 vagas de emprego disponíveis em São Mateus no IBGE

Publicados

em

Por

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu o Processo Seletivo Simplificado para a contratação de Agente Censitário e Recenseador. As vagas são para todo o Brasil e em São Mateus são ofertadas 124.

Os aprovados vão trabalhar na organização e na coleta do Censo Demográfico 2021. No Espírito Santo o total de vagas disponíveis chega a 4.061, divididos entre os cargos de recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor.

As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses para o cargo de recenseador e de cinco meses para as funções de agente censitário (supervisor e municipal).

Cargos

Para os cargos de agente censitário supervisor e agente censitário municipal é exigido o nível médio completo e as inscrições vão até 15 de março. A remuneração é de R$ 1.700,00 e R$ 2.100,00, respectivamente, com 40 horas semanais de jornada de trabalho.

A inscrição para o cargo de recenseador vai até o 19 de março. O cargo exige que o candidato tenha nível fundamental completo. Neste caso, a remuneração é variável de acordo com a produção. A média salarial fica em torno de R$ 1.278,94, para jornada de 25 horas semanais.

Inscrições e salários

As inscrições, que poderão ser feitas entre fevereiro e março, serão aceitas através do site da empresa organizadora, Cebraspe. As taxas custam R$ 25,77 para a ocupação de recenseador e R$ 39,49 para agente censitário municipal ou supervisor.

As provas serão realizadas no mês de abril e o resultado final sairá em maio. Os interessados podem realizar a inscrição somente via internet, nos endereços eletrônicos:

Recenseador: https://www.cebraspe.org.br/concursos/IBGE_20_RECENSEADOR

Agente: http://www.cebraspe.org.br/concursos/ibge_20_agente

Serviço:

Agente Censitário (Supervisor e municipal)

Taxa de inscrição: R$ 39,49

Inscrições até: 15/03

Provas objetivas: 18/04

Recenseador

Taxa de inscrição: R$ 25,77

Inscrições até: 19/03

Provas objetivas: 25/04

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana