conecte-se conosco


Estado

Prodest 50 anos: veja a trajetória da primeira funcionária

Publicados

em

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) chegou ao meio século de atividades, nessa quinta-feira (06). Para homenagear a data, o instituto vai contar a história de pessoas que fizeram parte da trajetória da instituição, responsável pela prestação de serviços de Tecnologia da Informação (TI) para os órgãos estaduais.

A série de reportagens começa abordando a passagem da aposentada Maria Tereza Casotti Rocha, que foi a primeira funcionária do Prodest. Ela prestou concurso público, em 1969, para iniciar os trabalhos no Sercop (órgão que deu origem à autarquia) no ano seguinte.

“Lembro que as provas cobravam conhecimentos de Lógica e Matemática. Na época, não tinha a menor ideia do que era processamento de dados. Eu era a única mulher numa turma composta por vários homens”, recordou.

Maria Tereza começou a trabalhar como programadora e destaca que a abertura de uma empresa de processamento de dados do Estado teve um grande impacto na época. “Foi um grande sucesso, porque conseguimos vários clientes, como Cesan, Banestes e IPJAM. Sem dúvida, foi uma iniciativa muito arrojada inaugurar uma organização para processar as informações do Governo”, afirmou.

Atividades

No Prodest, a servidora também foi gerente de Recursos Humanos e secretária executiva do Conselho de Administração. Ela se aposentou em julho de 1998, quando tinha mais de 28 anos de empresa.

“Tive bons momentos, mas também enfrentamos dificuldades. Conseguimos evitar que a empresa fosse fechada, provando que ela é bastante útil para o Estado. Foi excelente ter trabalhado no Prodest. Tenho certeza de que o órgão está no caminho certo para usar a tecnologia a favor do serviço público”, enfatizou.

Informações à Imprensa:
Eric Lopes Menequini
(27) 3636-7159
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Estudantes da Rede Estadual devem efetivar matrícula até dia 25 de janeiro

Publicados

em

 

Os estudantes que participaram da Chamada Pública Escolar 2021, nas etapas de Rematrícula, Transferência Interna e Pré-Matrícula, precisam efetivar a matrícula na escola onde conseguiram a vaga até o dia 25 de janeiro. A última etapa, que acontecerá de 26 de janeiro a 12 de fevereiro, será a chamada dos alunos constantes na lista de suplência em escolas que apresentarem séries/anos com vagas, após o período de confirmação de matrícula.

Confira os documentos para a efetivação da matrícula:

– Fotocópia da Certidão de Nascimento, ou de Casamento, ou da Carteira de Identidade (RG) do aluno;

– Fotocópia do comprovante de residência do aluno, por meio da fatura de energia;

– Laudo médico para aluno com deficiência, transtorno global do desenvolvimento ou altas habilidades/superdotação;

– Histórico Escolar ou Declaração Escolar;

– Fotocópia do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou da Carteira de Identidade (constando o número do CPF), do responsável, caso o aluno tenha menos de 18 anos;

– Cartão de Vacinação para os alunos de até 18 (dezoito) anos de idade.

Confira:

– RESULTADO da Chamada Pública Escolar 2021.

– Endereço e telefone das ESCOLAS e SUPERINTENDÊNCIAS REGIONAIS DE EDUCAÇÃO.

Saiba mais:

Clique AQUI e fique por dentro de todas as informações da Chamada Pública 2021.

Portaria nº 132-R.

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana