conecte-se conosco

Política Nacional

Projeto da Nova Lei do Gás é tema de live nesta tarde

Publicado


.
Divulgação/Compagas
Energia - combustível - gás natural canalizado (estação da Companhia Paranaense de Gás, Compagas)
Proposta muda regime de outorga para exploração de gás natural, que passa de concessão para autorização

O vice-líder do governo, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), e o relator do projeto da Nova Lei do Gás, deputado Laércio Oliveira (PP-SE), discutem, virtualmente, a proposta no fim desta tarde.

Apelidado de Nova Lei do Gás, o Projeto de Lei 6407/13, institui um novo marco legal para o mercado do gás natural no País.

O ponto principal do texto é a mudança do regime de outorga, que passa de concessão para autorização. No modelo atual, uma empresa interessada em investir no setor precisa vencer um leilão da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No regime de autorização, bastará apresentar o projeto e esperar o aval da agência. O objetivo da mudança é destravar os investimentos no setor.

O projeto tramita em caráter conclusivo, e aguarda votação na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviço, mas há um requerimento de líderes partidários pedindo que o projeto seja incluído na pauta do Plenário em regime de urgência.

Na semana passada, após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a união entre governo e Congresso para aprovar reformas econômicas e outras pautas em comum, entre elas a Nova Lei do Gás.

A live terá início às 18 horas e será transmitida pela canal do vice-líder no YouTube.

Da Redação – ND

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Senado retoma sessões presenciais em agosto para votar indicação de autoridade

Publicado


.

O Senado deve retomar as sessões presenciais na segunda quinzena de agosto para votação de indicações de autoridades. Com o objetivo de garantir a segurança dos senadores contra a transmissão do coronavírus, serão oferecidos terminais de votação fora do Plenário. O secretário-geral da Mesa, Luiz Fernando Bandeira, explica que a ideia é que haja um esforço concentrado de votações entre o dia 18 de agosto e o final do mês. Ouça a reportagem de Regina Pinheiro, da Rádio Senado.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana