conecte-se conosco


Cidades

Público de 60 a 89 anos pode tomar 1ª dose de vacina anticovid sem necessidade de agendamento neste sábado (8) em Cachoeiro

Publicados

em

O atendimento será feito das 8h às 12h, na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde) Foto: Márcia Leal

Moradores de Cachoeiro de 60 a 89 anos têm, neste sábado (8), nova oportunidade para receberem a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

O atendimento será feito das 8h às 12h, na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde), no bairro Santo Antônio.

Não é preciso fazer agendamento e nem haverá distribuição de senhas no local. Basta comparecer com documento de identificação e cartão de vacina.

O secretário municipal de Saúde, Alex Wingler, frisa que o objetivo da ação é ampliar a cobertura vacinal das pessoas dessa faixa etária, que ainda não chegou aos 100%.

“Vamos abrir a Policlínica, em pleno sábado, para oferecer mais uma chance para as pessoas de 60 a 89 anos receberem a primeira dose. Muitos não aproveitaram a série de ações e agendamentos para imunização que realizamos. Com essa iniciativa, estamos facilitando, ainda mais, as condições para que esse público inicie o esquema vacinal e fique mais protegido contra o coronavírus. É muito importante que esses idosos aproveitem essa oportunidade”, disse.

Forças de segurança e salvamento

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, na ocasião, também serão vacinados profissionais de forças de segurança e salvamento. A vacinação desse grupo, entretanto, obedece à listagem nominal definida pela Secretaria de Estado da Saúde. Para este sábado, foram convocados 138 profissionais.

Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

Cachoeiro: Festival de poesia celebra 110 anos de Newton Braga

Publicados

em

Por

Criador do Dia de Cachoeiro, Newton Braga (1911-1962) tem versos nacionalmente conhecidos Foto: Repordução/web

Como parte da comemoração dos 110 anos de Newton Braga (1911-1962), que o poeta cachoeirense completaria em 11 de agosto, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult) de Cachoeiro promoverá o 1º Festival Literário de Poesia “Newton Braga: entre seus amores e minhas paixões”.

Poderão participar autores de todo o país, com ou sem livro publicado. O objetivo da iniciativa é aliar a descoberta e o reconhecimento de talentos atuais da poesia nacional a uma homenagem a Newton, que é autor de versos conhecidos nacionalmente.

Os escritores interessados devem se inspirar no tema proposta pelo evento. O texto precisa ser inédito e deve ser enviado para o e-mail: [email protected]. As inscrições estarão abertas até o dia 17 de julho.

Os textos serão avaliados por uma comissão julgadora formada por cinco membros: três da Academia Cachoeirense de Letras (ACL) e dois da Semcult. Criatividade, originalidade e adequação ao tema serão os critérios considerados na avaliação.

Os 20 poetas selecionados receberão, como prêmio, um certificado digital da ACL e o livreto impresso com as poesias escolhidas. Além disso, seus textos serão publicados na edição especial dos 110 anos de Newton Braga, na revista Cachoeiro Cult.

“Newton Braga é uma figura ímpar no rol de personalidades brilhantes de Cachoeiro. São muitas as heranças de Newton, mas, a principal delas é o amor pela cidade e a sensibilidade para com as pessoas. Temos muito a aprender com este homem que, vivendo no início do século passado, ainda é tão atual e presente”, salienta a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

O edital com todas as informações sobre o festival está disponível no site da Prefeitura.

Newton Braga

Jornalista, advogado e escritor, Newton nasceu em 1911, na fazenda do Frade, administrada pelo pai, Francisco Braga, primeiro prefeito de Cachoeiro. Estudou no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte, cidade onde atuou em jornais e publicou poemas com influência do modernismo. Voltou para a cidade natal, em 1932, onde foi jogador do Estrela do Norte e redator-chefe do Correio do Sul, que usou para impulsionar movimentos cívicos, como a criação do Dia de Cachoeiro. “Lirismo perdido”, “Cidade do interior” e “Poesias e prosa” são algumas de suas principais obras.

Em Cachoeiro, o escritor recebe homenagem, todo ano, por meio do LiteraNewton, evento que apresenta uma programação com música, oficinas, poesia e debates, para celebrar a história do autor e sua importância para o município. Em função da pandemia, o evento não poderá ser realizado neste ano, ficando a celebração restrita ao festival de poesia.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana