conecte-se conosco


Cidades

Que bonito, hein! Vereador de Marilândia é suspeito de furtar energia elétrica

O vereador Adilson Reggiani (DEM), de 49 anos, é suspeito de desviar energia elétrica para a casa dele, no bairro Pôr do Sol, em Marilândia, no Noroeste do Espírito Santo. A situação foi descoberta nesta segunda-feira (25) e configura furto, segundo a polícia. Em defesa, ele disse que não tinha conhecimento do caso e que […]

Publicados

em

O vereador Adilson Reggiani (DEM), de 49 anos, é suspeito de desviar energia elétrica para a casa dele, no bairro Pôr do Sol, em Marilândia, no Noroeste do Espírito Santo. A situação foi descoberta nesta segunda-feira (25) e configura furto, segundo a polícia. Em defesa, ele disse que não tinha conhecimento do caso e que vai se apresentar na delegacia para prestar esclarecimentos.

A concessionária de energia explicou que recebeu uma denúncia anônima sobre o furto e acionou a Polícia Militar. As equipes foram ao local e, após investigarem, os funcionários localizaram um fio da caixa de energia com corrente elétrica e sem estar passando dentro do relógio de medição.

“A PM fez o acionamento da perícia criminal para que pudesse fazer os levantamentos e constatamos que houve furto de energia”, explicou o soldado Binda. A perícia da Polícia Civil também foi acionada e esteve no local.

A empresa de Luz e Força Santa Maria, concessionária de energia, disse que vai calcular o consumo de energia que não foi medido durante o período de fraude. Depois de apresentar o valor, o consumidor terá a oportunidade de se defender.

Procurado pela reportagem, por telefone Adilson Reggiani declarou que não estava em casa no momento da abordagem e que não tinha conhecimento do furto de energia.

Segundo o vereador, a residência ficou alugada por nove anos para uma família e que, há três anos, mandou fazer um novo padrão, mas que não foram encontradas irregularidades. Fonte: G1


Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

Iema anuncia ações de melhoria para o Parque Estadual de Itaúnas

Publicados

em

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) anunciou, nesta quinta-feira (30), ações de melhoria para o Parque Estadual de Itaúnas (PEI), em Conceição da Barra. Na ocasião, foi assinado o acordo de gestão sustentável da pesca no rio Itaúnas com os pescadores da região. Além disso, foi feita a entrega da nota técnica e foram anunciados a revisão do plano de manejo e o programa de Educação Ambiental e Comunicação Social do PEI.

“Hoje estamos dando passos importantes na gestão do parque e na melhoria da relação com a comunidade de forma organizada e sustentável. São ações que precisam da participação e contribuição de todos, seja do poder público, seja da comunidade, e que promovem o uso ativos do parque por essa geração, sem comprometer o uso das gerações futuras. Esse é o nosso papel, como Governo do Estado, como Unidade de Conservação e como sociedade”, ressaltou o diretor-presidente do Iema, Alaimar Fiuza.

O acordo de gestão sustentável da pesca no rio Itaúnas regulariza a atividade na região e melhora a gestão, a fiscalização e garante a sustentabilidade do parque. “Todo o processo foi construído de forma participativa com a realização de oficinas envolvendo os pescadores e a Polícia Militar Ambiental. A ação vai beneficiar cerca de 100 pescadores de Conceição da Barra”, explicou a gestora do PEI, Juliana Coura.

“Estou muito agradecida, porque amo pescar e pesco desde criança. Esse acordo é um sonho realizado, para podermos pescar tranquilos, respeitando e preservando o rio”, disse a pescadora Petrolina dos Santos. O pescador Romildo Lopes também agradeceu pelo acordo. “Só tenho a agradecer por esta conquista. E que a gente, pescadores e comunidade, também atue na fiscalização, para cobrar e agir no cuidado do rio”, completou.

Já a nota técnica Vila de Itaúnas: Qualificação Urbana frente às melhorias de seu acesso viário, produzida pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), como condicionante do Departamento de Edificações e Rodovias do Estado do Espírito Santo (DER/ES), no licenciamento da obra de asfaltamento da rodovia que liga a sede do município ao distrito de Itaúnas, foi entregue à Prefeitura de Conceição da Barra.

O objetivo desse trabalho é dar subsídios ao poder público municipal na elaboração da revisão do Plano de Ordenamento da Vila de Itaúnas, medida essa que irá possibilitar uma melhor gestão do Parque em seus limites com a área urbano do distrito.

Foi anunciado ainda a revisão do Plano de Manejo do Parque de Itaúnas. O documento técnico que estabelece o zoneamento e as normas que norteiam o uso da Unidade de Conservação. “O plano é um instrumento que dá segurança para a equipe do parque e a comunidade para saber o que pode fazer e o que não pode e essa revisão é necessária, pois o atual já está defasado”, destacou o diretor-presidente do Iema, Alaimar Fiuza.

Por último, foi anunciado o programa de Educação Ambiental e Comunicação Social do PEI, que, com o Plano de Manejo, serão realizados como compensação ambiental. “São ações de suma importância e que contribuem para a gestão participativa, transparente e eficiente do parque”, explicou Juliana Coura, a gestora do parque.

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana