conecte-se conosco

Agronegócio & Turismo

Reserva natural britânica é eleita uma das melhores do mundo para ver estrelas

Publicado

source

No fim de outubro, o mundo deu as boas-vindas à mais nova reserva de céu escuro no Reino Unido. A reserva natural Cranborne Chase Area of Outstanding Natural Beauty (ANOB) entrou para a lista da International Dark-Sky Association (IDA) após 10 anos de esforços dos moradores da região, no sul da Inglaterra, para tornar o céu ideal para a observação de estrelas.

Leia também: Espírito natalino chegou! 5 cidades onde já é Natal em novembro

Céu estrelado em Cranborne Chase ANOB arrow-options
Reprodução/Twitter/talklandscape

A reserva natural Cranborne Chase Area of Outstanding Natural Beauty é uma das melhores do mundo para ver estrelas

Segundo o tabloide britânico Metro , para dar a Cranborne Chase ANOB um céu estrelado como poucos, os habitantes que residem no entorno da reserva natural  passaram a apagar as luzes de suas casas durante todas as noites do ano. 

O resultado foi a maior área de escuridão de qualquer reserva do tipo no Reino Unido, de acordo com Adam Dalton, gerente do programa International Dark-Sky Places da IDA. “É uma enorme área de quase 1 mil km 2 a menos de duas horas de Londres e Bristol. Para aqueles vivendo e visitando este lindo lugar, é algo que deve ser celebrado e aproveitado”, comentou.

Leia mais:  Quase 20 horas no ar: veja os bastidores do voo mais longo do mundo

Linda Nunn, diretora do Cranborne Chase ANOB, lembrou que a oportunidade de ver estrelas também é essencial para se ter uma bela paisagem. “Nós pensamos as nossas paisagens como sendo no chão, mas 50% delas está acima das nossas cabeças, no céu”, disse.

Ela acrescentou que um céu estrelado não é bom apenas para os astrônomos e observadores de estrelas, mas também para a economia de energia, para o bem-estar dos indivíduos e para os animais de vida noturna. “Nós estamos felicíssimos em desempenharmos nosso papel”, concluiu.

Leia também: Magia de verdade! “Casa do Harry Potter” pode ser alugada por R$ 568 a noite

Outras reservas de céu escuro ao redor do mundo

Campo de flores de papoula em Cranborne Chase no por do sol arrow-options
shutterstock

Linda Nunn, diretora da reserva natural de Cranborne Chase, observou que metade da beleza das paisagens está no céu

Embora seja a mais recente, a Cranborne Chase ANOB não é o único ponto do mundo ideal para ver estrelas, de acordo com os critérios da International Dark-Sky Association. Ao redor do globo, estas são as outras 13 reservas de céu escuro que você pode visitar um dia:

  1. Aoraki Mackenzie, Nova Zelândia
  2. Brecon Beacons National Park, País de Gales
  3. Central Idaho, EUA
  4. Parc National Cévennes, França
  5. National Park Exmoor, Inglaterra
  6. Kerry, Irlanda
  7. Mont-Megantic, Canadá
  8. Moore’s Reserve, Inglaterra
  9. Reserva Natural NamibRand, Namíbia
  10. Pic du Midi, França
  11. Rhön, Alemanha
  12. Snowdonia National Park, País de Gales
  13. Westhavelland, Alemanha
Leia mais:  Comissário de bordo revela os lugares mais sujos de uma aeronave

Leia também: Descubra o que fazer em Israel, um país de muita história e belas paisagens

Então se você é fã de uma reserva natural e de um céu cheio de estrelas à noite, uma visita a um destes 14 destinos (incluindo a Cranborne Chase), pode ser uma boa ideia para suas próximas viagens.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
publicidade

Agronegócio & Turismo

5 praias reservadas para você relaxar longe da muvuca no Rio de Janeiro

Publicado

source

A cidade do Rio de Janeiro é conhecida, no Brasil e no mundo, por praias como a de Copacabana, de Ipanema e do Arpoador. Mas a capital fluminense também tem várias praias reservadas, ideais para aqueles que buscam um pouco mais de sossego. 

Leia também: 7 praias perto do Rio de Janeiro para um bate e volta no feriadão

Panorâmica da Praia Vermelha iluminada sob o sol em um dia de céu azul arrow-options
shutterstock

Praias reservadas, como o Praia Vermelha, não são lugares tão raros quanto parecem na Cidade Maravilhosa

Desde a Praia Vermelha, que fica a menos de 10 km do centro da cidade, até a Praia do Perigoso, que uma extensão de areia a 55 km do centro quase intocada pelo homem, você conhecerá aqui cinco destas praias reservadas na Cidade Maravilhosa .

5 praias reservadas no RJ para fugir aos finais de semana e feriados

Vale lembrar que estas não são as únicas praias mais longe da muvuca do litoral do Rio de Janeiro . Tanto dentro como fora da capital, existem diversas orlas mais pacatas que prometem agradar aos mais variados gostos, mas essas podem ser um bom ponto de partida:

  1. Praia Vermelha – 9,4 km do Centro da cidade
  2. Praia da Joatinga – 21,7 km do Centro da cidade
  3. Prainha – 44,9 km do Centro da cidade
  4. Praia de Grumari – 49,2 km do Centro da cidade
  5. Praia do Perigoso – 55,9 km do Centro da cidade


1. Praia Vermelha, Rio de Janeiro – 9,4 km do Centro da cidade

Praia Vermelha com o Morro do Pão de Açúcar ao fundo arrow-options
shutterstock

Praias reservadas no RJ: bem abaixo do Pão de Açúcar fica a Praia Vermelha com seu mar calmo e areia avermelhada

Localizada aos pés do Pão de Açúcar, esta pequena extensão de areia avermelhada deve sua cor aos cristais de granada que se misturam aos grãos de sua orla. 

Leia mais:  Navio cruzeiro com maior montanha-russa do mundo fará sua estreia em 2021

Segundo Stephan Geocze Junior, sócio fundador da operadora de turismo Juca na Balada, a Praia Vermelha é ideal para quem procura um mar calmo e profundo cercado por mata nativa, embora fique a menos de 10 km do centro da capital fluminense.

2. Praia da Joatinga – 21,7 km do Centro da cidade

Praia de Joatinga no pôr do sol arrow-options
shutterstock

Praias reservadas no RJ: acessível de carro, Joatinga é ideal tanto para os banhistas como para os surfistas

A Praia de Joatinga fica na estrada do Joá, que liga São Conrado à Barra da Tijuca. Segundo o Visit Rio, site de turismo oficial da Cidade Maravilhosa, ela só pode ser acessada por carro, e você precisará descer um caminho entre as pedras para chegar à orla.

Por isso, para evitar acidentes, é bom prestar atenção por onde anda, principalmente no caso de crianças e idosos. Ao chegar na praia em si, você irá se deparar com areias brancas e um mar que favorece tanto os banhistas como os surfistas – proporcionando um clima ideal para famílias e aventureiros.

3. Prainha – 44,9 km do Centro da cidade

Vista aérea da Prainha arrow-options
shutterstock

Praias reservadas no RJ: se você quer curtir o sol durante sua fugida, vá na Prainha antes do meio da tarde

Ideal para o surfe, a Prainha se estende por 700 metros do litoral do Rio de Janeiro, logo após o fim da Praia do Recreio. Seu mar forte é protegido por morros encobertos por Mata Atlântica.

Leia mais:  Mega resort espanhol custará R$ 3,5 bilhões e deve ser inaugurado em 2023

O ideal, segundo o Visit Rio, é chegar nela pela manhã ou pouco depois do almoço para aproveitar o sol antes que ele se esconda atrás das montanhas no meio da tarde. 

Leia também: Dicas para aproveitar Arraial do Cabo, o Caribe brasileiro

4. Praia de Grumari – 49,2 km do Centro da cidade

Pedras na Praia de Grumari no por do sol arrow-options
shutterstock

Praias reservadas no RJ: de mar bravo, Grumari forma grandes ondas para os surfistas de plantão aproveitarem

Grumari não é só uma das praias reservadas do Rio por sua distância do centro da cidade: ela também fica numa área de preservação ambiental. Por isso, o acesso às suas águas é restrito, segundo o site de turismo oficial do município.

Mas não se engane. O mar de Grumari é bastante revolto, o que tornou dela uma queridinha dos surfistas. Apesar disso, as ondas costumam quebrar antes de chegar na parte onde ficam os banhistas, reduzindo-se a pequenas marolinhas quando invadem a orla.

5. Praia do Perigoso – 55,9 km do Centro da cidade

Vista da Praia do Perigoso do topo de um morro arrow-options
Reprodução/Flickr/Fernando Oliveira

Praias reservadas no RJ: a Praia do Perigoso é uma das quatro praias selvagens entre Grumari e a Barra de Mangaratiba

Por fim, a Praia do Perigoso é a mais selvagem da lista. Localizada entre Grumari e a Barra de Guaratiba, ela divide espaço com as praias do Meio, Funda e do Inferno. Todas elas são praticamente intocadas pelo homem, devido ao seu difícil acesso.

A do Perigoso é a primeira delas a partir da Barra de Guaratiba e pode ser acessada por uma trilha de 1h30. Embora o percurso não seja muito complicado, o Visit Rio recomenda fazê-lo acompanhado de um guia especializado para evitar imprevistos.

Leia também: Descubra as 8 praias oficiais de nudismo no Brasil

Enquanto estiver por lá, vale também se aventurar para lá da Pedra da Tartaruga, monte que separa a Praia do Perigoso das outras praias reservadas entre Grumari e a Barra de Guaratiba – mas lembre-se de ir preparado para as trilhas.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana