conecte-se conosco

Mundo

“Responsáveis por queda de avião serão punidos”, garante presidente do Irã

Publicado

source
Rouhani arrow-options
Reprodução/Twitter/HassanRouhani

Em comunicado, presidente do Irã garantiu que todos os envolvidos no caso serão julgados

Nesta terça-feira (14), o sistema judiciário do Irã confirmou a prisão de alguns dos envolvidos no caso que culminou no abate, por engano, de um avião comercial ucraniano e na morte de todos os 176 passageiros em Teerã. O anúncio acontece após o presidente do país, Hassan Rouhani, pedir a instauração de uma corte especial para tratar sobre o caso e garantir que todos os envolvidos serão punidos.

Leia também: Crivella vai proibir desfile de dois megablocos no mesmo dia no Rio

“O judiciário deve formar uma corte especial com um grupo de juízes e especialistas. Este não é um caso qualquer. O mundo inteiro estará acompanhando este julgamento. Este é um acidente muito doloroso para o nosso país e uma falha imperdoável. Garanto que iremos encontrar todos os envolvidos e que eles serão punidos”, afirmou Rouhani, em comunicado transmitido na TV estatal do Irã .

Segundo informações de agências internacionais, quem também se pronunciou sobre as investigações foi Gholamhossein Esmaili, porta-voz do judiciário iraniano. Ele afirmou que “extensas investigações” já estão sendo realizadas e que alguns dos envolvidos já foram presos. Entretanto, não foram divulgados nomes ou outros detalhes destas pessoas.

Leia mais:  Após tapa em fiel, Papa aceita beijo de freira no Vaticano

Inicialmente, o governo do Irã tentou minimizar qualquer possibilidade de envolvimento no caso, afirmando que era “praticamente impossível” que um dos mísseis disparados tivesse atingido a aeronave. Entretanto, quando as investigações apontaram que esta era a resposta para a tragédia, os iranianos acabaram confessando a autoria do disparo por engano, o que foi definido por Rouhani como “o primeiro bom passo” em direção à verdade.

Leia também: EUA deportam 21 militares sauditas após ataque em base na Flórida

O avião, que partiu de Terrã e tinha como destino a cidade de Kiev, na Ucrânia , carregava 176 pessoas, sendo 82 iranianos e 57 canadenses, as duas nações com o maior número de cidadãos no momento da queda. Até o momento, tudo leva a crer que um dos mísseis disparados para Guarda Revolucionária Iraniana atingiu a aeronave e causou a tragédia.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
publicidade

Mundo

Sobe para 29 total de mortos em incêndios na Austrália

Publicado

source

Agência Brasil

fogo arrow-options
Reprodução Instagram/@travelling_aus_family

Incêndios atingiram a região de Vitória, na Austrália

Subiu neste domingo(19) para 29 o total de mortos nos incêndios na Austrália. Um homem de 84 anos com queimaduras graves morreu Sidney.

Ele estava hospitalizado desde 31 de dezembro por causa de queimaduras sofridas nos incêndios na localidade de Cobargo.

Nas últimas horas, a chuva e a descida de temperaturas estão ajudando os bombeiros a conter dezenas de focos ativos dos incêndios em Vitória e Nova Gales do Sul, o estado mais afetado pelo fogo e onde se registraram 21 mortos.

Desde que começaram, em setembro, os incêndios nas áreas verdes da Austrália devastaram uma área de mais de oito milhões de hectares, o equivalente ao tamanho da Irlanda, e estima-se que tenham matado milhares de animais selvagens.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Leia mais:  Após tapa em fiel, Papa aceita beijo de freira no Vaticano
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana