conecte-se conosco


Economia

Rio repagina campanha para comemorar Dia dos Namorados

Publicados

em


A campanha O Rio não Para, lançada pelo setor produtivo do turismo em 2019, foi retomada agora, com a meta de proporcionar aos turistas da cidade benefícios e descontos exclusivos, que se estenderão ao longo de todo o ano.

O vice-presidente do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (HotéisRIO), Ronnie Arosa, informou hoje (10) à Agência Brasil que a ação promocional foi totalmente repaginada e, aproveitando duas datas do mês de junho, o Dia dos Namorados(12), e o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ (28), a campanha se chamará O Rio Não Para, para Você Não parar de Se Apaixonar.

“Vários setores do turismo, atrativos turísticos, comércio dedicado ao turismo. se uniram para ver o que nós podemos fazer de melhor para a retomada do setor. Como o mês de junho é o mês dos namorados, a gente quis aproveitar esse gancho para chamar as pessoas para virem conhecer o Rio de Janeiro e mostrar que o Rio está preparado, cumprindo todas as normas sanitárias, e não estamos parados. Continuamos abertos, funcionando, seguindo estritamente as regras sanitárias”, disse Arosa.

A céu aberto

Segundo Arosa, a iniciativa visa a atrair o turista, mesmo o local, da própria cidade, ou de cidades próximas, para o Rio, porque há muito a oferecer nesta época do ano. “Para mostrar que os atrativos culturais e turísticos estão funcionando”. Arosa enfatizou que o de Janeiro é uma cidade aberta, porque a maioria de seus atrativos é a céu aberto. “Isso ajuda muito as pessoas que visitam os pontos turísticos sem maiores problemas, porque não há tanta aglomeração. A gente acredita que o Rio é uma cidade fantástica para atrair o público nessa retomada de viagens.”

Ele destacou, entretanto, que, embora a pandemia se mostre mais controlada na capital, é preciso tomar todos os cuidados e requisitos para poder viajar em segurança. E lembrou que o Aeroporto Internacional Tom Jobim-RIOgaleão recebeu, em dezembro do ano passado, o certificado internacional do Programa de Saúde Aeroportuária e, da mesma forma, os parques e atrativos turísticos têm certificados internacionais de cumprimento das normas sanitárias, assim como a hotelaria, que conquistou o selo do Turismo Consciente do estado. “Estamos cumprindo todas as normas de segurança”, reiterou.

De acordo com Arosa, os turistas que vierem para o Rio de Janeiro terão uma experiência “maravilhosa” e controlada. Ele destacou que, além de atrair visitantes, a campanha pretende apresentar aos turistas experiências novas. “A cada mês, vamos trazer novos pacotes. A ideia é não ver o Rio como duas ou três atividades. Vamos poder aproveitar melhor o Rio. Todos os atrativos culturais e hotéis estão fazendo promoções específicas, pacotes românticos”. O objetivo é pensar que o turismo do Rio de Janeiro vai ser um turismo de experiência. Cada mês haverá uma temática nova. “Vamos trabalhar sobre essas temáticas, para trazer experiências novas a cada mês para os turistas.”

Benefícios

Ao longo do mês de junho, quem visitar a cidade terá direito a benefícios especiais dos parceiros envolvidos no projeto, para que o turista viva uma experiência única na cidade. Quem se hospedar nos hotéis cariocas, por exemplo, vai obter descontos nas diárias, que podem incluir pacotes românticos para o Dia dos Namorados, oferecidos por cada empreendimento. A maioria dos pacotes conta com jantar romântico, espumante e decoração especial.

O Bondinho Pão de Açúcar elaborou a campanha promocional Casal Maravilha. Na compra de um bilhete no site oficial, usando o cupom CASALMARAVILHA, o segundo bilhete terá desconto de 50%. O desconto será aplicado ao ingresso de menor valor, sendo válido somente para bilhetes comprados para a mesma data de visitação, desde que utilizados juntos na entrada do parque, até o dia 20. Outra ação especial será um ponto “instagramável” para os casais apaixonados, que poderão fazer fotos em uma moldura de um coração gigante, localizada estrategicamente, de forma a render belos registros fotográficos.

Outras atrações turísticas da cidade como o Cristo Redentor, o AquaRio e o BioParque do Rio também estão dando descontos que chegam a 45% no valor dos ingressos, quando comprados juntos. A ação é denominada Par Perfeito e objetiva facilitar às pessoas celebrarem o amor e ficarem conectadas à natureza.

O projeto O Rio não Para é promovido por um grupo de trabalho formado por empresários dos setores de entretenimento e indústria hoteleira, e visa promover o desenvolvimento do setor de turismo e incrementar o fluxo de visitantes na cidade. Entre os parceiros e apoiadores do projeto estão HotéisRIO, RIOgaleão, Bondinho Pão de Açúcar, Grupo Cataratas, RioLine e Campo Olímpico de Golfe.

Edição: Nádia Franco

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Privatização da Eletrobras é a maior do país, diz ministério

Publicados

em


A Secretaria de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia publicou nota em que afirma que a aprovação da Medida Provisória 1.031/2021 pelo Congresso Nacional, que prevê a privatização da Eletrobras, “representa um momento histórico para o país e chega com 26 anos de atraso”. A primeira tentativa de privatização da empresa ocorreu em 1995.  
 
O texto base da MP, aprovada na Câmara na segunda-feira (21), prevê, entre outras medidas, a emissão de novas ações da Eletrobras, a serem vendidas no mercado sem a participação da empresa, resultando na perda do controle acionário de voto mantido atualmente pela União. A matéria segue, agora,  para sanção do presidente Jair Bolsonaro.
 
Segundo a nota, o texto final aprovado pelo Legislativo traz “expressivas vantagens ao consumidor”, pois a operação pode representar cerca de R$ 100 bilhões aos cofres públicos e promover a reorganização do setor elétrico brasileiro por meio de benefícios como a “redução das garantias físicas das usinas renovadas e as obras de revitalização das bacias; além do direcionamento de mais de R$ 40 bilhões para a CDE [Conta de Desenvolvimento Energético] em benefício da modicidade tarifária de todos os consumidores”.

A estimativa do Ministério de Minas e Energia é de redução de 6,3% na tarifa de energia para por todos os brasileiros. “Em que pese esse número ainda tenha que ser revisado, a partir das alterações finais do texto, fica evidente que a redução tarifária será expressiva”, diz a nota.
 
Ainda de acordo com a nota, sobre o uso das termelétricas de base, considerada a “questão mais polêmica” levantada ao longo da tramitação da MP, os custos de para a construção de eventuais gasodutos estarão embutidos no valor do preço-teto do leilão. Conforme a nota, a proposta das térmicas reduz tarifa e traz segurança ao sistema.

“Esse valor compreende a operação completa: construção da térmica e eventual gasoduto; a contratação do bloco de gás possibilitará o deslocamento das termelétricas a óleo diesel, que custam três vezes o preço-teto proposto e são muito mais poluentes”, destaca.

Edição: Bruna Saniele

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana