conecte-se conosco

Entretenimento

‘Rock leva ao aborto e ao satanismo’, diz novo presidente da Funarte para o jornal O Globo

Publicado

Maestro e agora presidente da Funarte, Dante Mantovanitambém é youtuber. No canal Dante Mantovani, com mais de 6 mil inscritos, o novo integrante do governo costuma tirar dúvidas sobre música erudita, mas aproveita para praticar um dos esportes favoritos do YouTube: compartilhar teorias da conspiração. O canal continua no ar, ao contrário dos perfis de Mantovani em outras redes sociais, que foram excluídos na semana passada, diante do anúncio de que ele assumiria a Funarte.

Em um vídeo, por exemplo, o maestro, aluno do ideólogo de direita Olavo de Carvalho, endossa teorias de que agentes comunistas infiltrados na CIA foram responsáveis por distribuir LSD para jovens em Woodstock. O objetivo final, diz ele, seria destruir a família, vista como “base” do capitalismo.

“Existe toda uma infiltração de serviços de inteligência dentro da indústria fonográfica norte-americana que se não levarmos em conta, não vamos entender nada. A União Soviética mandou agentes infiltrados para os Estados Unidos para realizar experimentos com certos discos realizados para crianças. Esses agentes iam, se infiltravam e iam mudando, inserindo certos elementos para fazer engenharia social com crianças. Daí passaram para música para adolescentes”, afirma ele, ao citar como exemplo o surgimento de Elvis Presley na década de 1950.

Na sequência, Mantovani menciona Woodstock e diz que os Beatles “colocaram em prática as ideias da Escola de Frankfurt” , que segundo ele, queria destruir a cultura ocidental.

Leia mais:  Maisa chora, mas Jutiça libera SBT de pagar multa milionária por constrangimento

“Woodstock foi aquele festival da década de 60 que juntou um monte de gente, os hippies fazendo uso de drogas, LSD, inclusive existem certos indícios de que a distribuição em larga escala de LSD foi feita pela CIA. Mas como pela CIA? Tinha infiltrados do serviço soviético lá”, diz o maestro, para em seguida concluir:

“O rock ativa a droga que ativa o sexo que ativa a indústria do aborto. A indústria do aborto por sua vez alimenta uma coisa muito mais pesada que é o satanismo. O próprio John Lennon disse que fez um pacto com o diabo.”

Apesar da crença de que o rock leva ao satanismo, em vídeo de fevereiro de 2018 o youtuber disse acompanhar duas bandas do gênero: Metallica e Angra.

“Era uma banda brasileira que tinha grande preocupação com aspectos melódicos, tanto vocais quanto instrumentais, embora o ritmo fosse bastante frenético”, avalia ele sobre o Angra.

Em outro vídeo, de dezembro de 2016, Mantovani critica o repertório musical da abertura das Olimpíadas do Rio e defende que “a verdadeira cultura” do Brasil é a música clássica de Heitor Villa-Lobos.

“Como apresentam numa abertura de Olimpiada aquelas aberrações sonoras que eu não tenho nem coragem de chamar de música!”, reclama.

Leia mais:  Chega ao fim turnê mundial do BTS e fãs vão à loucura no Twitter

Agradecimentos a Olavo e curso online

Em 2013, Mantovani defendeu tese de doutorado na Universidade Estadual de Londrina (UEL) com o título de “O ensaio como procedimento para construção de sentidos textuais”. Nos agradecimentos, ele cita o ideólogo de direita Olavo de Carvalho, “cujas aulas, livros e artigos me resgataram de um mar de dúvidas que pareciam insolúveis e me propiciaram a clareza mental e a coragem necessárias para finalizar este trabalho”.

Assim como o mentor, o maestro também oferece um curso online, o “Seminário de Música”. Segundo o site do curso, o intuito é fornecer “vasta carga de conhecimentos musicais e dar-lhes uma formação superior, independente de instituições de ensino formal”. Entre as disciplinas na grade, estão estão “Leitura de partituras”, “técnicas de regência” e “Música e Marxismo”. O valor para participar é de R$ 457.

Mantovani é ainda produtor do curta-metragem amador “Deus acima de todos”, sobre a eleição de Jair Bolsonaro e a fé de seus seguidores. O filme narra em tons dramáticos a corrida presidencial com depoimentos de apoiadores do político — entre eles, nomes como a deputada Joice Hasselmann, agora um dos desafetos do presidente.

Procurado pelo GLOBO, Mantovani afirmou que estava indo para Brasília e que não poderia falar com a imprensa até quarta-feira, por recomendação do Secretário Especial de Cultura, Roberto Alvim.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Jacaré do É O Tchan larga carreira artística e vira policial no Canadá

Publicado

source

O Jacaré do grupo É O Tchan largou a carreira de cantor e dançarino no Brasil, para viver um “grande sonho canadense” ao lado da mulher e das filhas. Mas, para conseguir se manter no país, Edson Cardoso agora trabalha como policial.

Leia também: Atores da Globo saem no tapa nos bastidores; saiba o motivo

Edson Cardoso arrow-options
Reprodução/Instagram

Edson Cardoso


Nesta sexta-feira (6), a esposa de Jacaré usou as redes sociais para compartilhar um clique do maridão todo fardado de policial cuidando da segurança das ruas do Canadá .

Leia também: Tsunami gay: Globo tem inúmeras atrizes lésbicas no catálogo

“Um cara que estou pegando”, escreveu Gabriela Mesquita em sua conta no Instagram . No país, ela conseguiu se formar em Gestão Financeira.

Antes de se tornar policial, Jacaré começou trabalhando em uma agência de intercâmbio para ajudar outros brasileiros que estavam chegando no Canadá para morar.

Leia também: Possível candidatura de Luciano Huck prejudica Angélica na Globo

Jacaré e Gabriela moram no país com os filhos de 6 e 3 anos.

Leia mais:  Os Reis do podcast
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana