conecte-se conosco


Cidades

Sala do Empreendedor de Colatina é inaugurada

Publicados

em

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Colatina em parceria com o Sebrae, e apoio com apoio da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) e da Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), inaugurou na manhã desta segunda-feira (27), a Sala do Empreendedor.

A unidade de Colatina foi inaugurada com os seguintes serviços: Sine; Nosso Crédito; Central Fácil; Cadastro Econômico e informações de Licença e Legislação Ambiental.

“Em todos os meus mandatos como prefeito busquei sempre melhorar o ambiente de negócios de Colatina, com políticas públicas e valorização do empreendedor local. Desta forma, vamos gerar emprego e renda, fixar a mão de obra e recursos financeiros do município e mudar a realidade social e econômica da cidade”, destacou o Prefeito Guerino Balestrassi.

Para o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Colatina, Liemar Pretti, a inauguração da Sala do Empreendedor é um momento histórico para a cidade. “Esperamos que o local seja um diferencial para que o empreendedor do município tenha mais vez, mais voz e o apoio para crescer ainda mais. Colatina tem uma vocação para empreender, com pessoas que têm a veia do empreendedorismo e nós precisávamos dar um suporte a elas”, destaca.

Participaram também da inauguração o Diretor do Sebrae José Eugênio Vieira; Coordenador da Aderes Franz Nunes; Presidente do TCE-ES Rodrigo Chamoun, Vereador Marcelo Pretti, Coordenadora Estadual do Sine Rosana Foerste e demais autoridades municipais, servidores e lideranças locais.

Sala do Empreendedor

A Sala do Empreendedor é um local de atendimento das prefeituras municipais que facilitam os processos de abertura de empresas, regularização e baixa; bem como serviços exclusivos aos Microempreendedores Individuais (MEI).

A Sala do Empreendedor tem o papel de facilitar o dia a dia do empresário, bem como proporcionar o desenvolvimento dos pequenos negócios nos municípios.

É um instrumento estratégico de desenvolvimento local, pois sua instalação prevê um conjunto de ações focadas no desenvolvimento de novos negócios e no fomento da economia do município.

Esse local abriga um conjunto de serviços que podem ir além da inclusão de atividades ligadas aos setores de fazenda, licenciamento ambiental e sanitário e demais setores envolvidos na abertura de um empreendimento.

Comentários Facebook

Cidades

Sebrae realiza a instalação de internet em duas comunidades de Alegre e Conceição do Castelo

Publicados

em

Por

Distritos em Conceição do Castelo e Alegre foram beneficiados pelo programa Wi-Fi Brasil

Moradores de duas comunidades rurais do Espírito Santo receberam no último mês a instalação de antenas de internet para facilitar a comunicação e o acesso à informação, através do programa Wi-Fi Brasil, desenvolvido em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

No distrito localizado em Conceição do Castelo, cerca de 500 produtores rurais e da agricultura familiar foram beneficiados com a instalação. Já em Feliz Lembrança, comunidade de Alegre, 60 famílias já estão com acesso à internet.

“Entendemos que é necessário, especialmente nos dias de hoje, que todas as pessoas tenham acesso à internet, pois é lá que a comunicação acontece. Disponibilizar o wi-fi para essas comunidades significa oferecer oportunidades de negociações, e ampliar as possibilidades de mercado e renda para as famílias”, finaliza o gerente regional do Sebrae/ES, Ivair Segheto.

O empreendedor Fábio de Souza, dono da agroindústria Frumel, está entre os beneficiados pelo programa em Alegre. Ele conta que antes da instalação, os moradores compartilhavam a rede móvel e poucas casas tinham ponto de internet.

“Antes os vizinhos se ajudavam, um ia para a casa do outro para usar a internet. Agora com o ponto de acesso na praça, as pessoas vão até o centro comunitário para fazer suas pesquisas. Esse projeto do Sebrae é importante porque deixa a comunidade conectada 24 horas e fortalece inclusive a permanência do jovem na região, incentiva que eles criem algo, façam seus estudos e cursos online, além de reduzir a diferença de acesso à tecnologia entre campo e cidade”, ressalta Fábio.

Ao todo a região conta com seis agroindústrias, uma pequena fábrica de calçados, além dos pequenos prestadores de serviço da comunidade, todos impactados positivamente pelo programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana