conecte-se conosco

Estado

Secretaria de Desenvolvimento lança Invest-ES em plataforma digital

Publicado

Dando mais um passo para a desburocratização de processos e melhoria da eficiência dos serviços, o Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo (Invest-ES) já está funcionando em plataforma totalmente digital. A medida entrou em vigor nesse domingo (01).

Na prática, todas as empresas que solicitarem adesão ao Invest-ES, a partir de agora, deverão utilizar o novo sistema. Para a otimização dos serviços, Invest-ES utilizará o E-Docs, o sistema corporativo de gestão de documentos arquivísticos digitais do Governo do Espírito Santo. O mesmo sistema é compartilhado pelos agentes do Invest-ES: Secretaria de Desenvolvimento (Sedes), Secretaria da Fazenda e Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

O secretário de Desenvolvimento, Marcos Kneip, destacou que a medida marca uma nova fase do programa. “O Invest-ES digital está de acordo com as diretrizes do Governo pela inovação, ofertando mais agilidade ao andamento dos processos. A Sedes foi pioneira na adoção do sistema E-Docs para comunicação com o público externo, na ocasião da implantação do Compete-ES digital, e agora inova mais uma vez trazendo essa ferramenta para o Invest-ES. É uma grande conquista”, destaca.

Leia mais:  Depois do surto de diarreia, creche volta a funcionar em Vila Velha

A subsecretária de Competitividade e projetos Estruturantes, Rachel Freixo, explica que a medida favorece a relação com potenciais investidores. “Trata-se de uma medida que melhora a relação com as empresas. Estamos oferecendo um serviço de qualidade, que vai otimizar a análise processual e agilizar os trâmites internos e externos”, comenta.

Rachel Freixo explica ainda que as empresas que já estão inseridas no Invest-ES também deverão utilizar o sistema digital. “O Invest-ES é composto por diferentes etapas. Então, as empresas que já possuem o incentivo e estão cadastradas em processo físico, deverão acessar o sistema digital caso queiram efetuar novos procedimentos, como alterações dos projetos ou da capacidade de produção”.

Já a coordenadora do Escritório Local de Projetos e Inovação (ELPI) da Sedes, que auxilia a implantação e uso da ferramenta e-Docs em toda a Secretaria, Fernanda Orletti, ressalta que a digitalização do Invest-ES traz mais transparência aos processos. “É uma ferramenta que garante mais agilidade ao atendimento das demandas, e oferece economia ao poder público, pois acabamos com as impressões de documentos para este tipo de processo. Além disso, estamos cumprindo com uma das nossas premissas que é dar transparência aos nossos atos. Então, ganha o cidadão, ganham as empresas e a sociedade”, destaca.

Leia mais:  Conselho de Transparência faz primeira reunião com a presença de novos membros

O Invest-ES

O Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo (Invest-ES) tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do Espírito Santo, estimulando a realização de investimentos, a implantação e a utilização de armazéns e infraestruturas logísticas existentes; renovação tecnológica das estruturas produtivas; otimização da atividade de importação de mercadorias e bens; e o aumento da competitividade estadual, com ênfase na geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais.

Para empresários que desejarem aderir ao Invest-ES, ou realizar alterações no processo, basta acessar o site institucional da Secretaria de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo (www.sedes.es.gov.br). No canto esquerdo, clicar na aba Programas de Incentivos, na sequência acessar o link Invest-ES e baixar o “Manual de instruções do sistema E-Docs Programa INVEST/ES”. 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedes/Aderes/Ipem
Andreia Foeger
(27) 3636-9707 / (27) 99942-9537
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Internas do CPFC recebem projeto Mãe Prevenida Vale uma Vida

Publicado

Internas gestantes e lactantes que cumprem pena no Centro Prisional Feminino de Cariacica (CPFC) participaram, na manhã desta quarta-feira (04), da palestra “Mãe Prevenida Vale uma Vida”, projeto desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES) com o objetivo de evitar acidentes com crianças.

O tenente-coronel Wagner Borges, idealizador do projeto, conduziu o assunto com as detentas com foco na preservação da vida. Na unidade prisional, internas dividem o alojamento materno-infantil com seus bebês, podendo permanecer no local, em média, por seis meses, conforme garantia prevista na Lei de Execuções Penais.

De acordo com o oficial, o projeto foi criado com o objetivo da prevenção. “A cada quatro dias uma criança morre no Espírito Santo. No Brasil, registramos a morte de 800 bebês por ano entre a faixa etária de 0 a 1 ano em decorrência de sufocação, fase mais comum no período de amamentação e após os quatro meses, com a introdução de alimentos sólidos. O que buscamos é orientar mães e pais para o salvamento em momentos mais difíceis, seja em situações de convulsão febril, queda, engasgo, entre outros. Nos preocupamos com a vida e essas crianças, independentemente da situação em que as mães se encontram, merecem todo carinho, atenção e uma oportunidade de vida”, enfatiza o tenente-coronel Wagner Borges.

Leia mais:  Sedu promove workshop sobre gestão das escolas de Tempo Integral

A diretora da unidade prisional, Graciele Sonegheti Fraga, lembra que a permanência de crianças sobre a custódia do Estado é um fato em todo o Brasil e precisa estar sempre no radar das instituições, com propostas que minimizem as consequências do aprisionamento nessas crianças, que não cometeram crime algum e são sujeitas de direitos.

A preocupação com o assunto também faz parte do projeto de pesquisa de mestrado da diretora, com o tema “Criança em segurança: Promovendo o desenvolvimento afetivo-motivacional e social na primeira infância a partir da prevenção da violência como prática educativa parental”.

“Temos investido em ações voltadas para mães, bebês e gestantes da unidade prisional como forma de fortalecer os laços afetivos entre mãe e filho, além de propiciar condições dignas de saúde e segurança aos envolvidos. A reforma do alojamento foi um passo importante para a humanização do espaço e assim propiciar um ambiente adequado para o desenvolvimento infantil”, afirma Graciele.

No mês de setembro, a alojamento materno-infantil do CPFC foi reinaugurado, contando com nova pintura, cenários com temas infantis, móveis e acessórios que renovaram o ambiente.

Leia mais:  Governo do Espírito Santo deixa de consumir 15 toneladas de papel graças ao sistema e-Docs

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sejus

Sandra Dalton / Karla Secatto

(27) 3636-5732 / 99933-8195 / 98849-9664

[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana