conecte-se conosco

Cidades

Secretaria de Educação de Cachoeiro realiza busca ativa de estudantes

Publicado

Crianças têm atividades pedagógicas à distância no período de suspensão das aulas. Foto: Divulgação/PMCI

 

.

Por conta da pandemia de Covid-19, os alunos das escolas municipais de Cachoeiro de Itapemirim participam de atividades pedagógicas a distância. Para aprimorar o acompanhamento das crianças, a Secretaria Municipal de Educação (Seme) está fazendo busca ativa de estudantes da rede.

As unidades de ensino, por meio dos gestores escolares, coordenadores e servidores administrativos, estão entrando em contato com os responsáveis pelos estudantes através de ligações e mensagem de texto. O objetivo principal é identificar, registrar, controlar e acompanhar a devolutiva das atividades pedagógicas feitas pelos estudantes, localizando, principalmente, os estudantes que se encontram em maior risco de evasão escolar.

No Portal do Aluno, na internet, são disponibilizadas, semanalmente, coletâneas pedagógicas para turmas do Pré I ao 9º ano do ensino fundamental. Para os estudantes do 1º ao 9º ano do fundamental, há, também, teleaulas, que podem ser acompanhadas pela TV aberta ou pela internet. Os pais ou responsáveis de estudantes sem acesso à internet têm a opção de pegar o material em formato impresso na unidade de ensino, mediante agendamento prévio.

“É importantíssimo buscar e incentivar a criança que perdeu a rotina escolar e, com isso, acabou ficando desmotivada, desinteressada. Esse contato serve para resgatar aquele que está precisando de um suporte, uma atenção diferenciada”, destaca o gestor da escola municipal ‘Monteiro Lobato’”, Alexandre Fortuna Lopes.

“Esse processo de busca ativa é fundamental para promover maior aproximação com os estudantes e suas famílias, verificando se estão conseguindo acompanhar as atividades pedagógicas e quais os principais desafios enfrentados nesse momento tão desafiador. Paralelamente, mesmo sem previsão de retorno das aulas, já estamos planejando as ações necessárias para o retorno das crianças ao ambiente escolar de forma segura”, afirma a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Motofumacê percorre bairros e distritos de segunda a sexta

Publicado


.
O serviço é uma das medidas adotadas em Cachoeiro para combater o Aedes aegypti e pernilongos
Foto: Márcia Leal /PMCI

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro vai manter, neste mês, o mesmo cronograma de atendimento de julho do serviço de motofumacê, realizado para combate a pernilongos e ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya.

A aplicação espacial de inseticida é realizada de segunda a sexta-feira, das 5h às 9h30 e das 17h às 21h30. Cada área recebe o serviço quatro vezes por mês, sendo uma por semana.

Confira o cronograma:

Segundas-feiras: Aeroporto, Agostinho Simonato, Alto Monte Cristo, Boa Esperança, Boa Vista, Caiçara, Central Parque, Coramara, Córrego do Óleo, Gilson Carone, Luiz Tinoco da Fonseca, Marbrasa, Monte Cristo, Pôr do Sol, Rui Pinto Bandeira, São Lucas e Waldir Furtado Amorim.

Terças-feiras: Alto Eucalipto, IBC, Jardim América, Jardim Itapemirim, Maria Ortiz, Nova Brasília, Otto Marins, Parque Laranjeiras, Santo Antônio, São Francisco de Assis, Teixeira Leite, Valão, Vila Rica e Zumbi.

Quartas-feiras: Alto Amarelo, Amaral, Amarelo, Arariguaba, Baiminas, Basileia, Bela Vista, Campo Leopoldina, Centro, Costa e Silva, Gilberto Machado, Guandu, Monte Belo, Nossa Senhora da Glória, Paraíso, Recanto, São Geraldo, Sumaré e União.

Quintas-feiras: Abelardo Machado, Aquidaban, Bom Pastor, Coronel Borges, Fé e Raça, Ferroviários, Ibitiquara, Ilha da Luz, Independência, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora da Penha, Novo Parque, Rubem Braga, Santa Cecília, Santa Helena e São Luiz Gonzaga.

Sextas-feiras: Alto Moledo, Burarama, Conduru, Córrego dos Braz, Córrego dos Monos, Córrego Vermelho, Coutinho, Gironda, Itaoca, Pacotuba, Sambra, Santo Antônio (interior), São Joaquim, Soturno, Valão de Areia e Village da Luz.

Todos precisam fazer a sua parte

A Semus reitera que, paralelamente às ações do poder público contra o Aedes aegypti, é fundamental que a população coopere para eliminar as condições de proliferação do mosquito. É simples: basta não deixar água acumulada em recipientes em casa. Algumas medidas necessárias são: verificar, regularmente, vasos de planta; cobrir, corretamente, as caixas d’água; e fechar ralos pouco usados com plástico ou jogar água sanitária nesses locais, duas vezes por semana.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana