conecte-se conosco

Estado

Secti doa 60 cestas básicas para alunos do CEET Vasco Coutinho

Publicado


.

A Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), doou cestas básicas às famílias de alunos do Centro Estadual de Educação Técnica (CEET) Vasco Coutinho, em Vila Velha.

Ao todo, 60 cestas básicas foram entregues para alunos da escola técnica. Essa é a segunda vez que as doações acontecem desde que a necessidade de distanciamento social foi estabelecida como medida de contenção à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). A primeira distribuição contou com cerca de 40 cestas básicas e kits de higiene.

“Esse momento de pandemia tem nos levado a pensar no outro e ser mais solidários. Diante da situação dos alunos do CEET Vasco Coutinho, uma vez que a Secti, por administrar a escola técnica que oferece cursos na modalidade de educação profissional, não tem recursos para merenda escolar. Pensando nisso, entramos em contato com a SEDH e explicamos sobre a nossa realidade, visto que os nossos alunos são de cursos técnicos e muitos são trabalhadores autônomos, em áreas como audiovisual, multimídia e outros, que são áreas que estão afetadas pela pandemia”, pontuou a subsecretária de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Solange Maria Batista de Souza.

A subsecretária também comentou se sensibilizou com a situação de muitos alunos: “Nós estamos vivenciando uma situação em que muitos dos nossos alunos estão passando por dificuldades financeiras e isso nos sensibilizou muito, o que me fez buscar a parceria com a SEDH. Agora  a Secretaria vai buscar conseguir mais cestas básicas e realizar novas doações para mais alunos”.

A ideia da ação surgiu depois que professores relataram aos coordenadores dos cursos técnicos que alguns alunos estavam com dificuldades de manter as atividades acadêmicas de forma on-line devido a situações pessoais, como o desemprego.

Karla Cristina Gonçalves Caldeiras, de 18 anos, estuda Rádio e TV no CEET Vasco Coutinho e está no terceiro módulo. A aluna iria concluir o curso em julho, mas devido à pandemia sua formatura não tem data para acontecer. Karla é uma dos 60 estudantes que receberam uma cesta básica.

“Moro com meus pais e na minha casa a renda vem do trabalho do meu pai. Mas ele está sem trabalhar, ele é eletricista autônomo. Eu fico preocupada com toda essa situação da Covid-19, com o fato do meu pai estar sem trabalho e ainda em conseguir dar conta de todas as atividades do curso. Receber a cesta foi inesperado e muito bom! Será menos um custo para minha família. Um grande ajuda”, afirmou Karla Cristina.

O CEET Vasco Coutinho

O Centro Estadual de Educação Técnica (CEET) Vasco Coutinho foi inaugurado em 2005 como a primeira unidade estadual voltada para o ensino profissional com o foco de oferecer aos jovens e adultos uma formação profissional em nível técnico em diferentes áreas. O objetivo é possibilitar aos alunos melhores chances de inserção no mundo do trabalho.

A escola oferece, atualmente, 12 cursos técnicos presenciais gratuitos. São eles: Administração; Comércio Exterior; Estética; Eventos; Gastronomia; Informática; Modelagem do Vestuário; Multimídia; Produção de Moda; Programação de Jogos Digitais; Rádio e Televisão; e Redes de Computadores.

O CEET tem, hoje, cerca de 1.360 alunos e, desde o início da pandemia, os cursistas estudam de forma on-line por meio da plataforma de estudos disponível no site do Vasco Coutinho.

Texto: Samantha Nepomuceno 

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secti
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1822 / (27) 3636-1819
[email protected]
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Seag entrega cartilha prevenção do novo Coronavírus em feiras livres

Publicado


.

A cartilha com orientações importantes para evitar a proliferação do novo Coronavírus (Covid-19) em feiras livres do Espírito Santo está sendo entregue pela equipe técnica da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag). O objetivo é orientar os feirantes e consumidores as medidas que ajudam a reduzir o risco de contrair ou transmitir a covid-19.

A equipe já percorreu mais de 20 municípios desde o extremo norte até a região serrana. “A cartilha é fruto de um trabalho em conjunto com a Secretaria da Saúde (Sesa), Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) e vários parceiros. Ela é de fácil entendimento e traz diversas informações técnicas importantes para evitar a proliferação do novo Coronavírus na feiras capixabas”, disse o secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto.

A Maria Odete, moradora do município de Montanha, é uma consumidora assídua da feira livre. “Toda semana eu venho à feira comprar os produtos da agricultura familiar e a cartilha é mais uma ferramenta que auxilia na hora de tomar todos os cuidados para não contrair o novo Coronavírus”, afirmou.

Para a coordenadora do Centro de Comercialização da Agricultura Familiar de Montanha, Natiele Fornazie Pancieri, nesse momento de pandemia, orientação e prevenção se tornaram palavras focais do vocabulário. “A cartilha traz, de forma detalhada, as principais medidas que precisamos adotar na hora de atender o nosso consumidor. Apesar de o novo Coronavírus ser uma realidade, precisamos movimentar a economia para que nós, produtores rurais atuantes nas feiras, possamos continuar trabalhando de forma segura”, ressaltou.

Texto: Vanessa Capucho

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Seag
Vanessa Capucho / Carlos Pereira
(27) 3636-3700 / 3651
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana