conecte-se conosco


Estado

Sedes discute projetos conjuntos com embaixador de Cabo Verde

Publicados

em


O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, e o subsecretário de Estado de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, Gabriel Feitosa, se reuniram, nesta terça-feira (19), por meio de videoconferência, com o embaixador de Cabo Verde, José Pedro Chantre d’Oliveira, e com o cônsul Fred Rosalem. Durante o encontro, as autoridades discutiram a possibilidade de criação de projetos conjuntos nos setores comerciais e de turismo.

Kneip reforçou que o Espírito Santo está aberto ao diálogo internacional e destacou potencialidades, como o equilíbrio fiscal, que permite a consolidação de parcerias para o desenvolvimento econômico do Estado. “Desde 2012, alcançamos a Nota A no Tesouro Nacional, com um resultado da condução responsável em eficiência na gestão. Estamos em 5° lugar no Ranking de Competitividade dos Estados, bem como é importante destacar que o Espírito Santo tem a melhor avaliação do Ensino Médio da Rede Pública no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)”, pontuou.

“Além disso, para nós, é extremamente importante interagir com as embaixadas, especialmente a da República de Cabo Verde. Vamos manter em pauta agendas para analisar as possibilidades e oportunidades para construir juntos esse canal permanente para estimular o intercâmbio cultural. Coloco a Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) à disposição para futuras parcerias e contatos”, acrescentou o secretário de Estado de Desenvolvimento.

De acordo com o embaixador de Cabo Verde, José Pedro Chantre, a reunião teve a finalidade de estreitar os laços com o Espírito Santo. “Esse foi o primeiro contato virtual com a Sedes e espero que mais encontros como este venham a ser realizados em breve, com o intuito de render bons frutos para o futuro comercial de ambas as regiões. Certamente, grandes projetos poderão ser desenvolvidos a partir desta primeira conversa para fortalecer as relações comerciais, turísticas e internacionais”, sinalizou Chantre.

Já o subsecretário Gabriel Feitosa destacou que o encontro inicial pode resultar em futuros acordos para o Estado. “Dentro da política de diplomacia nesse relacionamento com Cabo Verde existe a sinergia de produtos importados, notadamente os pescados, e produtos de exportação agrícolas e minerais, além de excelente potencial turístico de ambos os locais. Assim como as demais parcerias, a nossa intenção é assinar um Protocolo de Colaboração entre Cabo Verde e Espírito Santo”, afirmou Feitosa.

O cônsul Fred Rosalem enfatizou que Cabo Verde é um importante aliado do Espírito Santo em demandas de importação e exportação. “Atualmente, Cabo Verde importa muitos produtos capixabas, como materiais de construção, arroz e feijão, e exporta pescados. Essas trocas são essenciais para o intercâmbio comercial e de turismo”, disse.

Sobre Cabo Verde

Localizado na zona equatorial do oceano Atlântico, no continente africano, a 500 quilômetros da costa do Senegal, Cabo Verde é um arquipélago formado por dez ilhas de origem vulcânica.

Texto: Carolina Moreira 

Informação à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedes/Ipem
Andreia Foeger / Gabriela Galvão
(27) 3636-9707 / 99942-9537 / 3636-9708
[email protected] / [email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Governo do ES divulga 46º Mapa de Risco da Covid-19; apenas Piúma em Risco Alto

Publicados

em

 

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (26), o 46º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência a partir desta segunda-feira (01) até o próximo domingo (07). Dos 78 municípios capixabas, 41 estão classificados em Risco Baixo e 36 estão em Risco Moderado. Somente o município de Piúma está classificado como Risco Alto.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Piúma

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Águia Branca, Anchieta, Aracruz, Baixo Guandu, Boa Esperança, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Iconha, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Marilândia, Pedro Canário, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, Vargem Alta, Viana, Vila Pavão, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Apiacá, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibitirama, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Jaguaré, Laranja da Terra, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, São Roque do Canaã, Serra. Sooretama e Venda Nova do Imigrante.

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana