conecte-se conosco

Mundo

Senegal testa exame para Covid-19 que fica pronto em 10 minutos e custa US$ 1

Publicado


source
Teste começará a ser utilizado em junho caso demonstre eficácia
Agência Brasil

Teste começará a ser utilizado em junho caso demonstre eficácia

Pesquisadores do Senegal, na África, estão testando um exame que aponta se uma pessoa está com Covid-19 em apenas 10 minutos . Além do resultado quase instantâneo, o custo é de apenas US$1 .

A pesquisa está sendo realizada pelo laboratório DiaTropix, que realiza testes de doenças infecciosas e é administrado pelo Instituto Pasteur. O trabalho é feito em conjunto com a empresa britânica Mologic.

Veja também: Por US$ 1,2 bi, EUA terão 300 milhões de doses de potencial vacina de Covid-19

Segunto o instituto, o exame será lançado em junho caso demonstre eficácia. Os testes utilizam a técnica PCR, que detectam sequências do RNA do novo coronavírus (Sars-Cov-2) nos pacientes. O teste rápido que está em desenvolvimento examinaria a saliva e anticorpos para detectar o vírus.

Amadou Sall, diretor do Instituto Pasteur, afirmou que com este exame será possível analisar quatro milhões de pessoas em um ano, de 500 a 1000 testes por dia , sem que seja necessário um laboratório super equipado.

“É um teste simples que pode ser feito em qualquer lugar”, disse à revista News Cientist.

Leia mais: Ministro interino da saúde convida Nelson Teich para ser conselheiro da pasta

Os testes podem auxiliar as medidas de contenção do novo coronavírus na África. O Senegal contabiliza 2.812 casos confirmados e 32 mortes.

O  país africano com mais casos é o Egito : 15.003, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
publicidade

Mundo

Protesto antirracista reúne milhares de pessoas nas ruas de Londres

Publicado


source
manifestação em londres
Reprodução/BFM TV

Manifestação antirracista reúne milhares de pessoas em Londres

Em Londres , milhares de pessoas vão às ruas para a terceira manifestação antirracista após a morte de George Floyd, nos Estados Unidos . Os manifestantes pedem justiça e reforçam o movimento ” Black Lives Matter ” (vidas negras importam, em português), que mobiliza pessoas em diversos países. O protesto teve início na Praça do Parlamento e segue para a embaixada dos EUA. 

Leia também:

Antes da manifestação começar, os participantes se ajoelharam por um minuto e reforçaram o comando “sem justiça, sem paz”. Os manifestantes já protestaram outras duas vezes na embaixada dos EUA, uma no último final de semana e outra na quarta-feira (3 de junho). Com palavras de ordem, as pessoas pedem justiça a George Floyd e protestam contra a injustiça racial no Reino Unido.

Segundo o My London , o secretário de saúde Matt Hancock diz estar “horrorizado” com a morte de Floyd, mas enfatiza que o país ainda está enfrentando uma crise de saúde e a Covid-19 segue sendo uma “ameaça real”. Por isso, pede às pessoas que não participem do protesto. 

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana