conecte-se conosco


Estado

Setembro amarelo: IJSN apresenta perfil epidemiológico das vítimas de suicídio no ES

Publicados

em

 

O Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) promoveu, nessa terça-feira (21), o seminário “Setembro Amarelo: Perfil Epidemiológico e Características das Vítimas de Suicídio”. O evento foi transmitido pelo canal do IJSN no YouTube e contou a participação da professora universitária e médica da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Vila Velha, Mylene Murad.

A campanha Setembro Amarelo é organizada desde 2014, pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), e busca realizar ações de conscientização e de prevenção ao suicídio.

Segundo dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade, no Brasil são registrados mais de 11 mil casos de suicídio em média, todos os anos. Entre os jovens de 15 a 29 anos, é a quarta maior causa de morte. No mundo, mais de 800 mil pessoas tiram a própria vida por ano. Cerca de 96% desses casos estavam relacionados a transtornos mentais, como depressão, transtorno bipolar e abuso de substâncias.

“Os impactos causados pelo suicídio ou pela tentativa vão além das questões emocionais e familiares. Envolve também a segurança pública e seus diversos agentes como as Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e também os serviços de saúde. Por isso, as políticas públicas que visem à prevenção são fundamentais”, explicou a doutora Mylene Murad.

A pesquisadora indicou ainda que o principal fator de risco para o suicídio é a tentativa prévia. Segundo ela, isso aumenta em cinco a seis vezes as chances de o indivíduo tentar novamente.

“Infelizmente, cerca de 50% das pessoas que se suicidaram, já haviam tentado previamente. Daí a importância de se identificar rapidamente os sinais e oferecer apoio especializado, com acompanhamento de uma equipe multidisciplinar”, argumentou a médica.

Outro fator que merece atenção especial é o histórico familiar, uma vez que existe uma predisposição genética envolvida para o ato.

“É uma herança multifatorial, que pode ser desencadeada em um ambiente propício. Entre os fatores de proteção, a pesquisadora destacou o suporte familiar e laços sociais bem estabelecidos, autoestima elevada, resiliência, convívio com crianças e a busca pelo bem-estar mental”, detalhou.

Para o diretor de Integração do IJSN, Pablo Lira, o diálogo sobre o tema é fundamental e permite, a partir da identificação dos fatores críticos, a tomada de decisões para a implantação de políticas públicas baseadas em evidências.

“Dialogar sobre esse tema tão delicado é necessário para reforçar a conscientização e também demonstrar a relevância no aprimoramento de políticas públicas que identifiquem e ofereçam suporte aos indivíduos propensos ao suicídio. Por isso, a importância dos diagnósticos e dessas informações. Elas possibilitam traçar um perfil e criar ações preventivas, baseadas em evidências científicas”, afirmou Pablo Lira.

Para acessar a live “Setembro Amarelo: Perfil Epidemiológico e Características das Vítimas de Suicídio” na íntegra, clique aqui.

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Vice-governadora recebe embaixador de Cabo Verde

Publicados

em


A vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes, recebeu, nesta terça-feira (30), no Palácio da Fonte Grande, em Vitória, o embaixador da República de Cabo Verde no Brasil, José Pedro M. Chantre D’Oliveira. Com o objetivo de estreitar as relações e criar vínculos com povos que tenham cultura e potencial turístico semelhantes, o embaixador convidou a vice-governadora para ser a articuladora de um aprofundamento dos vínculos bilaterais nas áreas de comércio e turismo entre o Espírito Santo e Cabo Verde.

A possível parceria seria firmada com o Instituto do Turismo de Cabo Verde, órgão vinculado ao Ministério do Turismo e Transporte daquele país. Para o embaixador de Cabo Verde, é importante para ambos o fortalecimento das parcerias entre Cabo Verde e o Estado. “A nossa intenção é fazer com que o Espírito Santo se torne um parceiro, para agregar as pessoas da América do Sul para Cabo Verde, para que a gente seja uma porta de entrada para o turismo”, destacou.

O próximo encontro para definir as etapas seguintes do processo já está agendado com a Secretaria de Turismo (Setur), quando será analisada a integração do Governo do Estado à proposta. “Fiquei muito feliz pelo convite feito pelo embaixador. O turismo é um dos principais pontos de movimento da economia, além de ser um importante veículo da cultura entre países. Acredito que com essa parceria, toda a população sai ganhando”, afirmou Jacqueline Moraes.

Além disso, eles falaram sobre diversos assuntos, como as relações políticas entre os dois países, as culturas regionais, além da discriminação racial enfrentada pelos negros na sociedade. Também participou do encontro o cônsul honorário de Cabo Verde, Fred Rosalém Heliodoro.

Cabo Verde

Cabo Verde é uma nação localizada em um arquipélago vulcânico perto da costa noroeste da África. O país, que tem como idioma oficial o português, é conhecido por sua cultura crioula luso-africana, sua tradicional música morna e suas várias praias. A maior ilha do país, Santiago, abriga a atual capital, Praia. Em Santiago, também se encontra a antiga capital, Cidade Velha, com o Forte Real de São Filipe, que fica no topo de um penhasco.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Vice-Governadoria
Íris Carolina Miguez
(27) 3636-1432 / 98868-1847
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana