conecte-se conosco


Agronegócio & Turismo

Tempo esquenta entre frente ruralista e o Governo

O deputado Alceu Moreira (MDB-RS), presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), repreendeu, nesta terça-feira (3), os líderes do governo no Congresso e na Câmara, Joice Hasselmann (PSL-SP) e Vitor Hugo (PSL-GO). “Chega! Chegamos ao limite! Não dá mais! Acabou a paciência!”, disse Alceu Moreira, em tom de enfrentamento. A explosão de Moreira se deu por cota de mensagem nas […]

Publicados

em

O deputado Alceu Moreira (MDB-RS), presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), repreendeu, nesta terça-feira (3), os líderes do governo no Congresso e na Câmara, Joice Hasselmann (PSL-SP) e Vitor Hugo (PSL-GO).

“Chega! Chegamos ao limite! Não dá mais! Acabou a paciência!”, disse Alceu Moreira, em tom de enfrentamento.

A explosão de Moreira se deu por cota de mensagem nas redes sociais postada por Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro. Flávio escreveu “Quero que vocês se explodam”, em resposta a uma nota de repúdio do grupo terrorista Hamas à abertura de um escritório de negócios pelo governo brasileiro em Jerusalém.

A reportagem do Globo presenciou a cena no cafezinho da Câmara. Joice e Vitor Hugo ainda tentaram acalmar o presidente da frente ruralista, mas ele saiu em disparada a um dos elevadores privativo.

Desde que Bolsonaro prometeu mudar a embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém, a Frente Parlamentar da Agropecuária negocia um recuo do Planalto. Na viagem presidencial a Israel, Bolsonaro decidiu abrir apenas um escritório de negócios em Jerusalém.

A preocupação do setor é com uma possível retaliação de países árabes à exportação de carne brasileira. O Brasil é hoje o maior exportador global de proteína halal — preparada de acordo com as tradições islâmicas. O mercado consumidor do produto reúne 1,8 bilhão de muçulmanos.

Depois de ter feito a publicação no Twitter, Flávio Bolsonaro apagou a mensagem.

Com informações do Globo

Comentários Facebook
Propaganda

Agronegócio & Turismo

Voos Campos – Rio vão ser retomados em novembro

Publicados

em

O Cessna Caravan leva até nove passageiros e opera em todo o país

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras anunciou o retorno dos voos de Campos dos Goytacazes, no Norte fluminense, para a capital do estado a partir do próximo dia 12 de novembro. O acerto foi anunciado após encontro entre a direção da empresa e executivos de agências de turismo no fim da semana passada, em Barueri (SP). As operações estavam suspensas em razão da pandemia da covid-19.

“Não poderíamos ficar aqui sentados e fomos em busca deste resultado. O alto comando da Azul nos recebeu muito bem. A empresa entendeu a importância da região e a retomada dos voos”, disse Marcelo Miranda, diretor executivo de uma agência de turismo.

De acordo com informações do assessor da presidência da Azul, Ronaldo Veras, e o diretor de Relações Institucionais da empresa, Marcelo Bento, em princípio a retomada dos dois voos diários para o Rio será feita numa aeronave Cessna Caravan, monomotor de nove lugares. À medida em que o mercado se reaquecer, a previsão é de que haja o retorno das viagens através do ATR-72, com capacidade para até 70 lugares.

Desta vez, a rota Rio – Campos – Rio será feita sem escalas em Macaé. Os voos sairão do Aeroporto Santos Dumont (SDU) às 6h20 e 12h40. A volta, saindo do Aeroporto Bartolomeu Lisandro (CAW), acontece às 7h40 e 14 horas (Em consulta do Hoje ES ao site da Azul, cada trecho para compra hoje (05/10) custa entre R$ 801,96 e R$ 809,37).

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana