conecte-se conosco

Ciência e Tecnologia

Urnas eletrônicas apresentam falhas de segurança

Publicado

source

Olhar Digital

urna eletrônica arrow-options
Nelson Junior/ASICS/TSE/Dedoc

Testes mostram falha de segurança em urnas eletrônicas


De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), investigadores responsáveis pela realização de testes de segurança no sistema eletrônico de votação , encontraram duas vulnerabilidades de sistema em urnas eletrônicas.

Realizado periodicamente com o objetivo de encontrar problemas de segurança , o teste permite que as falhas sejam corrigidas antes do período de votação. Ainda de acordo com o TSE, os problemas apontados não oferecem ameaça à segurança da votação.

Por enquanto, o registro das vulnerabilidades foi encaminhado para um time de técnicos da Justiça Eleitoral para que elas sejam corrigidas. Após esse procedimento, as urnas serão submetidas a uma nova rodada de testes.

Leia também: Biometria: TSE permite que eleitores registrem suas digitais por aplicativo

Giuseppe Janino, secretário de tecnologia da informação do TSE, declarou: “Houve achados importantes. Vamos trabalhar no fortalecimento dessas barreiras e vamos chamá-los novamente para testar a eficácia. O sistema vai para a eleição muito mais fortalecido”.

Como são os testes?

Neste ano, cinco grupos e três investigadores individuais participaram do  Teste Público de Segurança das urnas eletrônicas , criado para aprimorar o processo eletrônico de votação. Nele, todos apresentaram um plano de ataque ao sistema de votação.

Para que os testes sejam realizados, eles têm acesso facilitado ao sistema dos equipamentos. As barreiras normalmente presentes durante as eleições são removidas completamente para que todas as hipóteses sejam avaliadas.

Leia também: Mais de 85% das eleições no mundo são influenciadas pela internet, diz pesquisa

No primeiro teste, apenas o grupo formado por peritos da Polícia Federal obteve sucesso em vencer o sistema e apontar as falhas presentes. Eles conseguiram vencer barreiras de segurança responsáveis por garantir o armazenamento de informações como o nome dos candidatos e a lista de eleitores.

Após as correções serem realizadas, a segunda parte dos testes, que novamente coloca em xeque a segurança das urnas , será realizado no dia 10 de dezembro.

Em anos anteriores, falhas também foram encontradas e posteriormente corrigidas. Essa é apenas uma das etapas de preparação para as eleições, que serão realizadas em 2020 para eleger prefeitos e vereadores de cidades de todo o Brasil.

Comentários Facebook
publicidade

Ciência e Tecnologia

Instagram testa novo feed e usuários reclamam; confira

Publicado


source

Olhar Digital

Instagram
Unsplash/NeONBRAND

Instagram testa novo feed


O Instagram é uma das redes sociais mais usadas na atualidade e, como todas as outras, testa novas ferramentas com certa frequência. Porém, muitas delas acabam não sendo aprovadas pelos usuários, e isso parece ter acontecido novamente. Muitos foram surpreendidos com um feed separado em abas, “sugeridos” e “antigos”, e reclamaram no Reddit .

Leia também:

Veja como usar o filtro da SpaceX no Instagram

Vendas na pandemia: Facebook lança lojas online dentro da rede social

Para combater o suicídio, Instagram lança recurso no Brasil

Segundo as reclamações, a aba “sugeridos” exibe tanto fotos de pessoas seguidas, como de perfis sugeridos pelo algoritmo do Instagram . Já a aba “antigos” mostra apenas aqueles usuários já acompanhados, como o feed atual.

Instagram
Reprodução

Novo feed do Instagram divide publicações em duas abas


Nas respostas do post original, todos que se manifestaram se mostraram contrários à novidade. De qualquer forma, é difícil de acreditar que nenhum dos usuários não tenha gostado dela. O Instagram não se manifestou sobre a nova ferramenta, e não há informações de como foi feita a escolha de quem participa do teste.

Além disso, é possível que as abas no feed nunca cheguem à versão do final do app, principalmente se, no geral, os usuários se mostrarem contrários ao recurso. Portanto, até que o Instagram se pronuncie sobre isso, resta apenas aguardar.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana