conecte-se conosco

Agronegócio & Turismo

Vai viajar? Conheça os modelos de tomada pelo mundo e não passe perrengue

Publicado

source

Celular, tablete, notebook e carregador portátil são grandes aliados dos turistas. Mas e se eles descarregarem? Já imaginou ficar sem bateria numa cidade do exterior e que não tenha o mesmo padrão de tomadas do seu aparelho? Isso é muito comum com os viajantes desavisados, já que poucos países seguem o padrão adotado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Leia também: Confira dicas para viajar ao exterior e não passar perrengue

tomada arrow-options
Pixabay

Pelo mundo existem, pelo menos, 15 modelos de tomada elétrica diferente

A tomada elétrica de três pinos arredondados (ou dois pinos arredondados) é comum no Brasil e você não irá passar aperto em viagens para outros estados, mas quando o assunto é visitar outro país, a dor de cabeça pode ser grande.

Ao todo são mais de 15 tipos de tomadas pelo mundo e descobrir qual é o que você vai encontrar na viagem vai facilitar e muito sua vida. Pensando nisso, o iG Turismo reuniu alguns dos modelos mais comuns que você irá encontrar por aí.

Confira no infográfico abaixo os países que utilizam cada modelo. Para descobrir é só clicar em cima do desenho:


Como ter todas as tomadas do mundo em uma só?

Se você está se perguntando “preciso comprar um adaptador para cada país que visitar?” A resposta é não. Existem adaptadores universais em lojas de eletrônico e também nas Duty Free dos aeroportos.

Leia também: Qual a melhor forma de levar dinheiro para o exterior e ter uma viagem segura?

O valor para comprar um adaptador de tomada universal vão desde R$ 9,27 (modelos básicos com três tipos de plugs) até R$ 119 (modelos completos com pelo menos seis tipos de plugs). Com todas essas informações é só juntar as malas e curtir o exterior.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
publicidade

Agronegócio & Turismo

Você pode pegar vírus num cruzeiro? Entenda como é a limpeza dos navios

Publicado

source

A epidemia do novo coronavírus (COVID-2019) na China tem espantado o mundo. Casos foram diagnosticados em outros países e até em navios de cruzeiro. Um deles, o navio Diamond Princess, está atracado no Japão desde o dia 03 de fevereiro com 542 pessoas infectadas a bordo – até esta terça-feira (18).

Leia também: O planejamento faz viagem de cruzeiro sair 30% mais barata

limpeza arrow-options
shutterstock

A limpeza interna de navios de cruzeiro é bem rigorosa

O confinamento e a aglomeração de pessoas dentro de navios de cruzeiro pode ser um prato cheio para a proliferação de um vírus. Mas como evitar esse problema? Um ex-membro da tripulação de um cruzeiro fala ao Express como são feitas as limpezas no navio, e saber tais detalhes vai aliviar a mente de quem tem viagem marcada nos próximos meses.

“Trabalhei em um navio por dois verões e poderia responder a muitas perguntas, mas os padrões de limpeza são muito altos. Existe uma organização na qual não consigo lembrar o nome que visita os navios aleatoriamente para verificar a limpeza e, se o navio não atender aos padrões, não poderá navegar”, comenta o ex-tripulante.

“Eu trabalhava no centro de atividades infantis e, no último dia de cada cruzeiro, realizávamos uma limpeza especial de duas horas com uma certa solução de limpeza em literalmente todos os cantos. Os brinquedos são limpos a vapor, os que tem pequenos orifícios são lavados à mão, os com muitas fendas são limpos com cotonetes e etc”.

Quem também comenta sobre o assunto é Brain David Bruns, escritor do livro “Cruise a la Carte”. Em sua publicação, ele, que também já trabalhou em navios, conta que, apesar das regras rigorosas de limpeza, alguns hóspedes cuidam eles mesmos da “luta contra os germes”.

“Muitos convidados de cruzeiro entram em sua cabine e limpam prontamente todas as superfícies, como interruptores de luz, maçanetas, torneiras e telefone, com lenços desinfetantes; “, explica.

Brian ainda diz que o esforço é desnecessário “Todo porto doméstico, comissários de quarto desinfetam todos os itens de alto toque na cabine, especialmente no banheiro. Os banheiros têm cerca de 400 vezes menos bactérias do que a sua mesa de escritório”, finaliza.

Leia também: Quais são as melhores companhias de cruzeiro em 2020?

Com esses depoimentos, dá para ficar mais tranquilo em relação ao novo coronavírus em navios de cruzeiro.  Se evitar as áreas afetadas e tomar os cuidados pessoais de higiene, dentro de um navio você não irá pegar nenhum vírus.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana