conecte-se conosco


Cidades

Vargem Alta inicia cadastro para recebimento do Auxílio Emergencial Municipal

Publicados

em

A Prefeitura de Vargem Alta iniciou na segunda-feira (03), a realização de cadastros para o recebimento do Auxílio Emergencial Municipal, que tem como objetivo atender as pessoas em situação de vulnerabilidade social, agravada pela pandemia da covid-19 e movimentar o comércio local. As inscrições acontecerão até o dia 14 de maio.

Os cadastros serão realizados de maneira presencial no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), de 07h às 12h e de maneira remota, por meio de agendamento, no telefone do (28) 99949-4017 (preferencialmente pelo WhatsApp).

Para receber o auxílio, a pessoa deve ser residente no município, estar em situação de vulnerabilidade social, realizar cadastro próprio para o auxílio em questão e/ou estar inscrito no Cadastro Único e não ser beneficiário do auxílio emergencial do Governo Estadual, o ES Solidário.

A Prefeitura ressalta que a pessoa que está inscrita no CadÚnico, não precisa se cadastrar, a seleção será feita automaticamente pelo sistema do programa.

O auxílio foi instituído, por meio da Lei Nº 1343, de 16 de abril de 2021, que prevê o pagamento do benefício, no valor de R$ 200,00 (duzentos reais) pelo período de 03 (três) meses, a contar do mês de maio, totalizando R$ 600,00.

Os recursos para o programa virão de um superávit de R$ 200 mil reais da Câmara Municipal, já do exercício de 2021.

A Prefeitura recomenda aos contemplados com o benefício, que os valores repassados às famílias sejam gastos, preferencialmente, nos comércios do município, para ajudar os comerciantes prejudicados pelas medidas adotadas para conter a circulação do coronavírus, que incluem o fechamento de atividades econômicas consideradas não essenciais neste momento da pandemia.

Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

Cachoeiro: Festival de poesia celebra 110 anos de Newton Braga

Publicados

em

Por

Criador do Dia de Cachoeiro, Newton Braga (1911-1962) tem versos nacionalmente conhecidos Foto: Repordução/web

Como parte da comemoração dos 110 anos de Newton Braga (1911-1962), que o poeta cachoeirense completaria em 11 de agosto, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult) de Cachoeiro promoverá o 1º Festival Literário de Poesia “Newton Braga: entre seus amores e minhas paixões”.

Poderão participar autores de todo o país, com ou sem livro publicado. O objetivo da iniciativa é aliar a descoberta e o reconhecimento de talentos atuais da poesia nacional a uma homenagem a Newton, que é autor de versos conhecidos nacionalmente.

Os escritores interessados devem se inspirar no tema proposta pelo evento. O texto precisa ser inédito e deve ser enviado para o e-mail: [email protected]. As inscrições estarão abertas até o dia 17 de julho.

Os textos serão avaliados por uma comissão julgadora formada por cinco membros: três da Academia Cachoeirense de Letras (ACL) e dois da Semcult. Criatividade, originalidade e adequação ao tema serão os critérios considerados na avaliação.

Os 20 poetas selecionados receberão, como prêmio, um certificado digital da ACL e o livreto impresso com as poesias escolhidas. Além disso, seus textos serão publicados na edição especial dos 110 anos de Newton Braga, na revista Cachoeiro Cult.

“Newton Braga é uma figura ímpar no rol de personalidades brilhantes de Cachoeiro. São muitas as heranças de Newton, mas, a principal delas é o amor pela cidade e a sensibilidade para com as pessoas. Temos muito a aprender com este homem que, vivendo no início do século passado, ainda é tão atual e presente”, salienta a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

O edital com todas as informações sobre o festival está disponível no site da Prefeitura.

Newton Braga

Jornalista, advogado e escritor, Newton nasceu em 1911, na fazenda do Frade, administrada pelo pai, Francisco Braga, primeiro prefeito de Cachoeiro. Estudou no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte, cidade onde atuou em jornais e publicou poemas com influência do modernismo. Voltou para a cidade natal, em 1932, onde foi jogador do Estrela do Norte e redator-chefe do Correio do Sul, que usou para impulsionar movimentos cívicos, como a criação do Dia de Cachoeiro. “Lirismo perdido”, “Cidade do interior” e “Poesias e prosa” são algumas de suas principais obras.

Em Cachoeiro, o escritor recebe homenagem, todo ano, por meio do LiteraNewton, evento que apresenta uma programação com música, oficinas, poesia e debates, para celebrar a história do autor e sua importância para o município. Em função da pandemia, o evento não poderá ser realizado neste ano, ficando a celebração restrita ao festival de poesia.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana