conecte-se conosco

Nacional

Vítimas da Covid-19, casal morre com 5 horas de diferença no ES

Publicado

 

 

source

Jaime e Jaciara, casados há 40 anos, foram vítimas da Covid-19

Jaime e Jaciara, casados há 40 anos, foram vítimas da Covid-19 – Reprodução TV Gazeta

O casal Jaime Gaudio Júnior, de 61 anos, e Jaciara Moraes Gaudio, de 57 anos, entrou para a triste estatística de brasileiros mortos vítimas do novo coronavírus (Sars-Cov-2), em Aracruz, no Norte do estado.

Casados há 40 anos, Jaime e Jaciara morreram na última terça-feira(17) em um intervalo de poucas horas de diferença. Após apresentar piora no quadro, a mulher veio a óbito durante a tarde. O homem, que havia três dias que não apresentava melhora, 5 horas depois também veio a falecer. Ambos estavam internados, mas em hospitais diferentes.

Segundo Thiago Moraes, um dos três filhos do casal, ambos tinham doenças que faziam com que fossem considerados de  grupo de risco:

“Meu pai era hipertenso, tinha cirrose, estava na fila de transplante de fígado. O caso dele era mais complicado, tem imunidade baixa. A minha mãe também era hipertensa”.

Internações

Familiares acreditam que Jaime foi o primeiro a se infectar, pois manifestou os sintomas da doença primeiro. Após o casal se sentir mal há cerca de dez dias, tiveram a confirmação da infecção. O marido ficou 10 dias internado antes de vir a falecer, já a mulher foi internada 5 dias depois após passar mal.

O filho Thiago, que mora em Portugal, não conseguiu se despedir de seus pais, acredita que as lembranças serão boas e alerta as pessoas a se cuidarem:

“As lembranças quando vieram serão só lembranças boas, tanto minha quanto dos meus irmãos e das pessoas que nos rodeiam. Isso abalou muito a gente, uma perda realmente complicada. Se cuidem, Vamos brigar para que isso não atinja mais famílias, para que mais famílias não vivam a dor que eu estou vivendo. Não desejo isso para ninguém, é muito duro”, declarou ao jornal A Gazeta.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Parlamentar do PSL chama deputadas de “deputéricas”; caso vai para conselho

Publicado


source
Deputado Bibo Nunes fez ofensa machista a parlamentares mulheres
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Deputado Bibo Nunes fez ofensa machista a parlamentares mulheres

O deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS), da base do governo de Jair Bolsonaro, chamou as parlamentes Sâmia Bomfim (PSOL-SP), Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Érika Kokay (PT-DF) de histéricas e as classificou como “deputéricas”.

“Deputadas histéricas, vou criar um neologismo: ‘Deputérica’. Quando eu falar “Deputérica”, estarei me dirigindo a uma Deputada histérica, que não tem posicionamento, que não tem bom senso e que não se enquadra dentro do decoro parlamentar”, disse, durante a votação da medida provisória da Casa Verde e Amarela .

A fala culminou em críticas por parte da bancada feminina da Casa, e o caso foi levado ao Conselho de Ética da Câmara.

A líder do PSOL, Sâmia Bomfim (SP) , rebateu a fala. “Um deputado da base do governo foi à tribuna para chamar as mulheres deputadas de histéricas e as ofendeu, nos ofendeu, desqualificou completamente o nosso papel no debate político, na intervenção parlamentar e ainda criou um apelido ridículo, indecoroso, machista e inadmissível”, disse.

A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) respondeu que pessoas histéricas possuem distúrbios emocionais ou psíquicos. “Parece-me que é o deputado quem precisa de tratamento, porque isso se chama misoginia, aversão às mulheres. Isso é uma forma de agressão, de falta de decoro. Isso merece, de fato, uma análise do Conselho de Ética .”

O caso repercutiu também no twitter. A deputada Tabata Amaral (PDT-SP) twittou críticas a Bibo Nunes. “É inadmissível que um parlamentar, em plena sessão, chame deputadas da oposição de “histéricas” e “deputéricas”. A discordância e o debate são da democracia. Via Secretaria da Mulher, denunciaremos a fala e postura machista de @bibonunes1 à Corregedoria e Comissão de Ética”, disse.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana