conecte-se conosco

Praça Vermelha

Sávio Saboia retira pré-candidatura em Bom Jesus do Itabapoana

Publicado

O ex-secretário municipal e candidato em 2016, Sávio Saboia (DEM) anunciou pelas redes sociais que não é mais pré-candidato a prefeito de Bom Jesus do Itabapoana (RJ). Ele se retirou da disputa para apoiar madrinha política, Branca Motta (PSL) que vai tentar o terceiro mandato como prefeita.

– Minha missão é usar o que aprendi na gestão pública criar soluções e facilitar a vida das pessoas, afirmou

Sávio foi secretário municipal de Indústria, Comércio e Cultura na primeira gestão de Branca (2009-12) e depois acumulou a pasta da Saúde no segundo mandato da ex-prefeita, na época no PMDB.

– Tive o prazer de trabalhar com Branca por oito anos e decidi abrir mão de minha pré-candidatura a prefeito para caminharmos juntos num só propósito: ver Bom Jesus no topo, finalizou.

Comentários Facebook
publicidade

Praça Vermelha

O desafio de Elieser e Alan à frente de Vargem Alta

Publicado

por

Por Tiago Turini

Resgatar a autoestima da população e recolocar Vargem Alta nos trilhos do desenvolvimento. É isso que o prefeito eleito Elieser Rabello (MDB) disse em sua caminhada até a eleição no dia 15 de novembro. Na visão desse jornalista que vos escreve, a cidade foi, na última gestão João Altoé (PSDB) “tomada por interesses políticos, partidário e financeiros que não objetivava cuidar das pessoas”.

Além recuperar as perdas do social, Elieser vai ter que seguir no caminho da urbanização. Basta abrir a janela para ver que nossa cidade está feia. Basta andar pelas ruas cheias de buracos para comprovar o abandono, onde acordamos aos domingos e nos deparamos com lixo espalhado por toda cidade, pelo simples fato da empresa responsável pela coleta não realizá-la após as 17 horas, após o fechamento do comercio local. Cidade turística? Como?

Buscar a qualificação e motivação dos servidores públicos, depende da liderança do gestor municipal, tendo em vista que a prefeitura é uma prestadora de serviço ao contribuinte, deve prestá-lo com total eficiência e máxima qualidade. É o mínimo que se espera de uma prefeitura.

O desafio que Elieser e Alan enfrentarão a partir de janeiro é enorme, visto a estagnação que a cidade enfrentou nos últimos anos, com uma gestão pífia, que não soube desenvolver seus potenciais turístico, industrial, comercial e sua agricultura pujante.

Ao mesmo tempo que ganhar uma eleição com a maior margem de votos frente ao segundo colocado na história do município (5.282 votos) agracia o próprio ego, também significa que a cobrança do eleitorado será proporcional a esperança depositada nas urnas.

A capacidade de Elieser em administrar Vargem alta com êxito já foi comprovada, e a população o aprova, visto que ele foi eleito, reeleito, elegeu seu sucessor, e após uma derrota em 2016, a população lhe concedeu uma nova oportunidade para recolocar o município nos eixos a partir de 2021.

Agora cabe ao prefeito eleito organizar sua equipe com pessoas competentes, técnicas e comprometidas com a cidade. É o que o povo de Vargem Alta espera.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana